Mauro Munhoz Arquitetura: Ráscal, São Paulo

Desenho personaliza obra e qualifica espaço público

Com desenho extrovertido e amplas superfícies envidraçadas, unidade do restaurante baseia-se na integração entre interior e exterior

Até a abertura da unidade do Itaim Bibi, zona sul de São Paulo, o restaurante Ráscal - rede voltada para a cozinha mediterrânea de acento italiano - nunca havia construído suas instalações: a maior parte delas está em shopping centers. O escritório do arquiteto Mauro Munhoz foi contratado para desenhar essa edificação. Além de personalizá‑la, Munhoz afirma que o projeto lhe deu a oportunidade de qualificar o espaço público.

O Ráscal, que oferece opções à la carte, mas tem como ponto forte o buffet premiado por publicações especializadas, define seus ambientes como uma grande praça abrigada. Ao fazer o projeto no Itaim Bibi, Mauro Munhoz ampliou esse conceito e trabalhou a relação interior/exterior, “num contraponto ao tratamento que, em geral, é dado à cidade”. O restaurante fica na rua Leopoldo Couto de Magalhães, uma travessa da avenida Brigadeiro Faria Lima, região em que o espaço público não é exatamente maltratado, se comparado com outras áreas. Mesmo assim, são bem-vindas as iniciativas que se preocupam em aperfeiçoar o intercâmbio entre a rua e o ambiente privado.

Munhoz conta que já procurara o relacionamento entre o público e o particular no projeto da Hamburgueria Nacional, restaurante que fica em frente da nova unidade do Ráscal. De acordo com o arquiteto, ambos apresentam partidos semelhantes - existem referências a elementos da arquitetura moderna brasileira, como o uso de extensos beirais e, no caso do Ráscal, o fechamento da parte superior na face mais longa com uma parede do tipo cobogó.

Contribui para a integração interior/exterior o desenho extrovertido, permeável ao olhar externo e não contido em torno de si, o que levou à utilização de amplas superfícies envidraçadas. “Todas as áreas que poderiam ser deixadas transparentes, nós deixamos”, reforça Munhoz. A essa linguagem caracterizada pela permeabilidade se contrapõe o denso volume do forno, que fica junto da entrada principal, posicionada na junção de ruas.

Externamente, a edificação é marcada, sobretudo, pela curva que delineia parte da cobertura e cujo fechamento vertical foi feito por uma parede de elementos vazados de concreto. Estes filtram a incidência da luz natural, enquanto a marquise, que avança do fechamento na parte mais baixa da cobertura, sombreia os caixilhos. Outro recurso para entremear interior e área externa foi o revestimento do piso, que tanto na calçada quanto no restaurante foi feito com pedra-goiás.

Avançando no conceito de praça abrigada, Munhoz relata que uma de suas preocupações era evitar que o tamanho (são 350 lugares) deixasse o restaurante parecido com um grande refeitório. De fato, não existem barreiras físicas. A setorização se faz com pés-direitos diferenciados, com a sinuosa cobertura (que se repete no interior com um ripado como forro) e com a ilha central de comida, criando ambientes distintos e igualmente interessantes. Conseguimos definir zonas específicas e tornar o espaço mais orgânico”, avalia o arquiteto.

O autor destaca também o fato de trabalhar para um cliente que tem conhecimento pleno das necessidades do seu programa. “O que fizemos foi tomar conhecimento desse programa, que nos foi exposto com clareza, e transformá-lo em arquitetura”, conclui.


Mauro Munhoz Arquitetura

Mauro Munhoz (FAU/USP, 1982) tem escritório próprio desde 1989. É autor, entre outros, do projeto do Museu do Futebol, em São Paulo, implantado sob as arquibancadas do estádio do Pacaembu

Ficha Técnica

Restaurante Ráscal
Local São Paulo, SP
Início do projeto 2007
Conclusão da obra 2008
Área do terreno 1.200 m2
Área construída 1.200 m2
Arquitetura e mobiliário Mauro Munhoz (autor); Daniel Pollara (coordenador); Paula Bartorelli, Luiz Felipe Bernardini, Pedro Simonsen e Manuel Cequeira (colaboradores); Laís Delbianco e Marcela Aleotti (estagiárias)
Paisagismo Fabrício Sbruzzi
Luminotécnica Franco & Fortes
Acústica Sresnewsky
Estrutura e fundações Trianon
Instalações KGP
Climatização Engrac
Comunicação visual Luísa Bielawski
Gestão de projetos Luiz Henrique Ferreira
Construção Souza Lima Construtora
Fotos Nelson Kon

Fornecedores

Souza Lima (estruturas metálicas e de concreto,forros de madeira, impermeabilização e ventilação/ar-condicionado);
Neo-Rex (elementos de concreto das fachadas);
Alwitra (cobertura);
Detalhes Decor (persianas e isolamento termoacústico);
Bertha (cozinhas);
Neocon (divisórias);
Zenit (monta-cargas);
Vidrotemp (esquadrias e vidros);
Hunter Douglas (forros metálicos);
Lataço e Arte (revestimento de aço);
Projeluz (lâmpadas e luminárias);
Gail (pisos);
Pedras Interlagos (pedras);
Deca (louças);
Marcenaria Joshua (adega);
Transen (aquecedores solares);
São Rafael (câmaras frias)

Texto de Adilson Melendez| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 359
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora