Case

No cobogó, concreto leve e resistente

O exterior da Japan House, recente espaço cultural na avenida Paulista, é caracterizado por um extenso painel de lâminas de madeira e um cobogó de concreto de ultra-alto desempenho e extremamente leve fornecido pela Stone Pré‑Fabricados Arquitetônicos. O projeto é assinado pelo japonês Kengo Kuma em parceria com o escritório paulistano FGMF Arquitetos

Com área total de 116 metros quadrados, o painel de concreto em forma de cobogó ocupa a fachada lateral da Japan House - onde estão a entrada principal do edifício e uma pequena praça. “A ideia foi ter um elemento que reduzisse a visão de fora para dentro, mas ainda assim permitindo boa iluminação natural para os ambientes internos”, explica Lourenço Gimenes, sócio do FGMF Arquitetos.

Para formar o cobogó, a Stone Pré-Fabricados Arquitetônicos utilizou 220 placas sobrepostas (70 x 80 cm cada) de Ductal®, um concreto de ultra‑alto desempenho com fibras metálicas ou orgânicas, que garante resistência, durabilidade, qualidade e acabamento excepcional. “O produto, produzido no Brasil apenas pela Stone, é um concreto de altíssima resistência mecânica (entre 130 e 200 Mpa), que permite ao arquiteto trabalhar com grandes vãos e pequenas espessuras, além de possibilitar formas com até 50% de vazios, oferecendo a oportunidade de projetar com moldes variados e resultados plásticos não permitidos ao concreto convencional”, explica Paulo Koelle, diretor da empresa fundada em 2003, especializada em fachadas, pisos, mobiliário e produtos especiais, com grandes variações de texturas de superfícies, cores e dimensões.

Ainda segundo Koelle, o maior desafio no projeto foi, em função do formato em dois níveis trançados entre si, desenvolver uma forma que permitisse a concretagem em uma única etapa por peça. Os painéis foram produzidos na fábrica da Stone e chegaram na obra prontos para instalação. Por meio de inserts metálicos, foram parafusados na estrutura metálica do edifício.

O Ductal® também se difere de materiais convencionais por seu baixo fator água/cimento - o que permite menor porosidade e, com isso, facilidade de limpeza -, além de seu peso reduzido devido às espessuras mais finas, sem necessidade de armação. “Além da esbeltez das formas que o produto possibilita, o peso da fachada ficou bastante adequado para uma obra de reforma como a que foi feita”, comenta Gimenes.

O FGMF já havia utilizado a solução em edifício ocupado pelo Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores, também na capital paulista. Trata-se da primeira fachada em Ductal® no Brasil e na América Latina. 


www.stone.ind.br
(15) 3249-9940

Texto de | Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 438
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora