Nitsche Arquitetos: Residência Jurumirim, Itaí, SP

Casa Térrea e Alongada

Contando com terreno de 24 mil metros quadrados à beira da represa de Jurumirim, em Itaí, interior paulista, o escritório Nitsche Arquitetos projetou uma casa térrea e distribuída horizontalmente, configurada como blocos entremeados por áreas verdes

Inspirados na residência de um amigo - também projeto do Nitsche Arquitetos, em São Francisco Xavier, próximo a São José dos Campos (SP) -, os clientes (casal com três filhos) procuraram o escritório paulistano almejando uma casa térrea com estrutura de madeira, a ser implantada em condomínio fechado em Itaí, cidade no sudoeste de São Paulo (a cerca de 300 quilômetros de distância tanto da capital paulista quanto de Curitiba).

O processo do projeto foi longo, com duração de mais de um ano e meio, não por falta de entendimento entre os envolvidos, mas em razão do entusiasmo dos proprietários com a sua primeira construção e da positiva troca de ideias. Segundo Lua Nitsche, sócia do escritório ao lado dos irmãos Pedro e João Nitsche e de André Scarpa, o trabalho caminhou linearmente, com o estudo preliminar assemelhando-se muito com o resultado final. “Tivemos a ideia e ela caminhou inteira até o fim”, revela.

Diante da amplitude do lote, com topografia regular e sem vegetação relevante, os arquitetos propuseram uma implantação alongada. “Não fizemos uma casa muito compacta, contrariando uma característica do nosso escritório. Mas espalhamos as construções para criar uma inter-relação maior entre ela e o jardim projetado”, comenta Lua.

O desafio, portanto, foi distribuir o programa no terreno de 24 mil metros quadrados, criando áreas de respiro, mas mantendo a coesão entre as partes. Foram criados dois eixos perpendiculares entre si: um mais fechado, onde estão os ambientes de serviço; outro de circulação, que atende as áreas sociais e íntimas. Este último é protegido por uma parede de elementos vazados, que filtra a iluminação natural e permite a ventilação cruzada.

A edificação principal foi organizada em quatro blocos intercalados por jardins que criam uma espécie de microclima em gleba tão vasta, dispostos de modo a proporcionar amplas vistas para a represa de Jurumirim. De um lado, estão dois blocos com duas suítes cada. Do outro, um bloco com mais duas suítes para visitantes. No centro da planta, ficaram sala e cozinha integradas à varanda com churrasqueira. Como explica André Scarpa, a ideia foi criar um layout amplo e conectado, com ambientes que possam ser usados de diversas formas.

Preservando a racionalidade construtiva recorrente nos trabalhos do Nitsche, a residência tem estrutura modulada de madeira de eucalipto laminada, desenvolvida e executada pelo engenheiro Hélio Olga, da ITA Construtora (parceiro do escritório em diversos projetos, como o da residência em Ubatuba/SP - PROJETO edição 433, setembro/outubro de 2016).

O piso é de laje de concreto polida, visando diminuir os custos da obra. A cobertura aparente e com largos beirais foi criada a partir de duas soluções: inclinadas, as telhas termoacústicas (sanduíche) permitiram o pé-direito mais alto da sala (4,30 metros), além da passagem de mais luz natural; e planas, na varanda e suítes, recobertas com mantas impermeabilizantes.

Às fachadas dos ambientes íntimos foi adicionado um elemento já usado pelos arquitetos em outros projetos residenciais: uma tela perfurada de poliéster e PVC que bloqueia raios solares, entrada de insetos e a visibilidade de fora para dentro, mas que também permite mais dinamismo e leveza ao fechamento por estar aplicada em esquadrias de alumínio do tipo camarão.

 

Nitsche Arquitetos

Lua e Pedro Nitsche formaram-se pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP) em 1996 e 2000, respectivamente. Desde 2001, são sócios no escritório Nitsche Arquitetos Associados, em São Paulo. João Nitsche (Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Álvares Penteado, 2002) desenvolve projetos visuais e André Scarpa (Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, 2009) associou-se ao escritório em 2012.



Ficha Técnica

Residência Jurumirim
Local Itaí (SP)
Início do projeto 2013
Conclusão da obra 2016
Área do terreno 24.000 m²
Área construída 1050 m² 

Arquitetura Nitsche Arquitetos - Lua Nitsche, Pedro Nitsche (autores); Rosário Pinho (coordenadora), João Nitsche, André Scarpa e Rodrigo Tamburus (colaboradores)
Interiores Tusco
Paisagismo André Paoliello
Luminotécnica Lightworks
Estrutura ITA Construtora 
Fundações Miguel Maratá 
Elétrica e hidráulica Marcelo Zamaro
Construção Pio Fernando Gargiulo – P&P Engenharia
Fotos André Scarpa

Fornecedores

S.Naldi (caixilhos);
Dinaflex (telas soltis - camarões);
Panisol (telha sanduíche isocobertura);
Alwitra (manta impermeabilizante);
Jatobá (pastilhas banheiros).

Texto de Camila Gonzalez| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 443
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora