Rio de Janeiro, Capital Mundial da Arquitetura pela UNESCO

Inédito, o título foi concedido pela UNESCO ao Rio de janeiro, na sexta-feira, 18 de janeiro

Foto: reprodução Rede Rio Hotéis

O Rio de Janeiro recebeu o título de Capital Mundial da Arquitetura pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), nessa sexta-feira, 18 de janeiro. A honraria foi concedida durante um evento realizado na sede da entidade, na França, e está associada à realização do Congresso Mundial de Arquitetos no Rio, que deve ocorrer entre 19 e 26 de julho de 2020.

Trata-se da primeira vez que uma cidade conquista tal distinção - começada no ano passado a partir de uma parceria firmada entre a própria UNESCO e a União Internacional dos Arquitetos (UIA). Estavam presentes na cerimônia, ocorrida em Paris, Ernesto Ottoneo (subdiretor de Cultura da UNESCO), Verena Andreatta (Secretária de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação do Rio de Janeiro), Thomas Vonier (presidente da UIA), Sérgio Magalhães (presidente do Comitê Executivo do Congresso Mundial de Arquitetos UIA2020Rio) e Nivaldo Andrade (presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil, o IAB). Em 2012, o Rio já havia recebido o título de patrimônio cultural mundial pela UNESCO - na categoria paisagem urbana.

A vitória se ampara na diversidade urbanística da cidade e nos dilemas que enfrenta - percebidos como merecedores de estudos em busca de soluções aplicáveis também em outros grandes centros urbanos. Ao tornar-se Capital Mundial da Arquitetura, a cidade se converterá, justamente, em um fórum internacional para debates sobre desafios globais quanto a cultura, patrimônio, urbanismo e arquitetura. Calcula-se que mais de 25 mil estudantes, acadêmicos e interessados visitem a cidade durante o congresso mundial - realizado a cada três anos -, que na próxima edição incluirá atividades em vários locais da região central. Entre eles, o restaurado Palácio Gustavo Capanema, endereço de exposições, palestras e workshops.

“A iniciativa Capital Mundial da Arquitetura ressalta o compromisso comum da UNESCO e da UIA de preservar o patrimônio arquitetônico no contexto urbano”, disse o diretor-geral adjunto para o site da UNESCO. “Por meio da variedade e qualidade de suas atividades, a Capital Mundial da Arquitetura no Rio de Janeiro demonstrará o papel crucial da arquitetura e da cultura no desenvolvimento urbano sustentável”.

Publicada originalmente em ARCOweb em 18 de Janeiro de 2019
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora