Mapa Arquitetos: Residência, Xangri-lá, RS

Equilíbrio sobre a empena

Projetada pelo Mapa Arquitetos, esta residência de lazer está localizada em Xangri-lá, cidade do litoral norte do Rio Grande do Sul. O pavimento superior parece equilibrar-se sobre o muro/empena de concreto, elemento no qual se encontra o acesso da moradia.

O enredo do romance Horizonte perdido, escrito pelo inglês James Hilton e publicado em 1933, transcorre em uma região paradisíaca, nas montanhas do Tibete, que o autor chamou de Shangri-lá. Quase seis décadas depois, e com a grafia ligeiramente alterada, o distrito de Xangri-lá, em Capão da Canoa, litoral do Rio Grande do Sul, manteve esse nome quando um plebiscito, em 1992, deu o sim à transformação do local em cidade. Foi nesse município que o Mapa Arquitetos projetou a residência Xan (o estúdio adota um código de três letras para controle de seus trabalhos, daí a denominação). Diferente de outras regiões costeiras do país, o litoral gaúcho é pouco atraente em termos geográficos, sem distinções perceptíveis na paisagem entre as cidades. “Não se nota onde começa uma e acaba a outra”, afirma o arquiteto Luciano Andrades, um dos associados do Mapa.

Projetada para uma família de Porto Alegre, a casa foi implantada no condomínio Enseada Lagos de Xangri-lá. Uma transformação relativamente recente na região (entre 10 e 15 anos) foi a disseminação de condomínios residenciais nas faixas de terra adjacentes aos núcleos urbanos, paralelas às estradas. Urbanisticamente sem maior interesse, esses empreendimentos, por oferecerem mais segurança, permitem edificações mais abertas e integradas à paisagem, condição bastante explorada nesta moradia.

Com programa relativamente simples, como reconhece Andrades, a casa tem dimensões mais amplas do que aquelas costumeiramente encontradas em residências de veraneio. A segurança oferecida pelo condomínio contribuiu para que, na configuração plástica e volumétrica, o partido explorasse a permeabilidade e a transparência, sobretudo nos ambientes sociais, que se distribuem pelo térreo, mantendo, porém, uma controlada privacidade no setor íntimo.

De planta retangular, a casa tem o acesso marcado por uma empena de concreto sobre a qual o pavimento superior parece equilibrar-se, sensação aprofundada pelas áreas em balanço nas duas laterais menores. “O muro dá certa privacidade à família para ocupar a parte social sem ficar diretamente exposta para a rua e também protege do vento sul”, pondera Andrades. A estrutura principal da residência é basicamente de concreto, mas a linha de pilares próxima das esquadrias é em aço, material que confere esbeltez, segundo o arquiteto.

Enquanto o térreo se caracteriza pela permeabilidade e transparência, o pavimento superior é menos exposto, mas não recluso. Ali estão três dormitórios, embora a modulação permita a implantação de mais um, já que o quarto do casal tem o dobro da dimensão dos de solteiro. Funcionando como uma segunda pele, um ripado ancorado na laje de concreto envolve todo o andar, abraçando inclusive as varandas, que, em balanço, possuem estrutura metálica associada à parede de alvenaria.

Quando aberto, parte desse ripado/brise (com mecanismo semelhante ao das portas camarão) amplia a visão externa, sem revelar o volume de alvenaria. “O que consideramos interessante explorar no partido tem a ver com o programa. Uma relação mais franca e luminosa com o espaço externo no térreo e, na parte superior, com exceção das varandas, essa característica mais noturna”, afirma Andrades.



Mapa Arquitetos
O coletivo binacional Mapa Arquitetos foi criado com a união entre o Studio Paralelo, de Porto Alegre, e o Maan, de Montevidéu. Com escritórios nas duas cidades, o Mapa desenvolve projetos de diversas escalas em ambos os países e é integrado por Mauricio López, Silvio Machado, Andrés Gobba, Rochelle Castro, Luciano Andrades e Matías Carballal



Ficha Técnica

Residência unifamiliar
Local Xangri-lá, RS
Data do início do projeto 2011
Data da conclusão da obra 2013
Área do terreno 530 m2
Área construída 350m2
Arquitetura, interiores e luminotécnica Mapa Arquitetos - Luciano Andrades, Matías Carballal, Rochelle Castro, Andrés Gobba, Mauricio López, Silvio Machado, Alexis Arbelo, Pamela Davyt, Emiliano Etchegaray, Jaqueline Lessa, Camilla Pereira, Camila Thiesen e Diogo Valls
Paisagismo Fernando Franzen
Estrutura metálica Valls Engenharia - Francisco Volpato
Estrutura de concreto e fundações Tecnolínea - André Tedeschi de Araújo
Instalações Studio Horizonte - Gabriela Gonçalves
Renders Maammedia
Construção ALM
Fotos Leonardo Finotti

Fornecedores

Esquadrias Espíndola (brises, cozinha, divisórias e marcenaria)
Premier (concreto)
Schuster (armários)
Matos Alumínio (esquadrias)
Safra Metalúrgica (ferragens)
Formaluz (luminárias)
Blackberry (pedras)
Marmoraria Maggi (granitos)
Suvinil (tintas)
Brasilit (placas cimentícias)

Texto de Adilson Melendez| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 408
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora