Grupo SP: Sede Nexo Jornal, São Paulo

Layout linear

A sede com 380 metros quadrados do Nexo Jornal tem layout configurado de forma linear

No primeiro semestre de 2016, o jornal digital Nexo estabeleceu sua sede no oitavo pavimento de um edifício de autoria do arquiteto-engenheiro Oswaldo Bratke, situado na rua Araújo, no centro da capital paulista. O Grupo SP organizou o programa linearmente, distinguindo um bloco mais segmentado - nos fundos da planta retangular - em relação à área de trabalho, que está conectada a salas de vidro nas laterais.

Do escritório com área de 380 metros quadrados, a equipe do Nexo Jornal - formada por profissionais das mais diversas áreas do conhecimento - tem vistas para outros prédios projetados por Bratke, além de ícones da arquitetura, como os edifícios Copan, de Oscar Niemeyer, e Itália (segunda torre mais alta da cidade).

A redação - termo usado no jargão jornalístico para o ambiente de trabalho - usufrui de luz natural incidente na fachada principal, mas com moderação, graças à ação de elementos vazados que protegem os interiores e as esquadrias de madeira do excesso de sol.

O projeto da edificação, de 1956, previu a presença de aparelhos de ar condicionado (que começaram a se popularizar nessa época), assim como de outras instalações, o que permitiu a preservação do desenho dos cobogós. Embora essa particularidade tenha facilitado a implantação do sistema de climatização da sede do jornal digital, o Grupo SP teve limitações na execução do cabeamento de rede de internet.

“Tínhamos 5 centímetros entre contrapiso e a laje, não dava para fazer piso elevado. O pé-direito já era relativamente baixo e não queríamos forro”, explicam os autores da arquitetura e interiores e sócios do escritório paulistano, Alvaro Puntoni e João Sodré.

Outro desafio importante foi encaixar no espaço o mobiliário comprado previamente pelo cliente e que, de certa forma, indicou o programa de necessidades. Desde o início, segundo os arquitetos, a ideia foi tratar o bloco preto (circulações, depósitos e áreas molhadas) como uma estrutura mais subdividida e tentar liberar o máximo possível a área de redação.

Um armário de madeira projetado pelo Grupo SP organiza o acesso ao jornal e divide parcialmente esses dois ambientes. Em uma das extremidades do layout, estão administração, estúdio e copa; na outra ficam as salas da diretoria e de reuniões. No lugar de paredes, essas salas ganharam esquadrias de vidro que se abrem, possibilitando conexão visual e espacial.

A escolha por uma única solução de piso (laminado melamínico com pouca espessura e grande dimensão) e também de iluminação em todos os espaços forneceram uniformidade e praticidade ao projeto.



Ficha Técnica

Sede Nexo Jornal
Local São Paulo, SP
Data do início do projeto 2015
Data da conclusão da obra 2016
Área de intervenção 380 m2

Arquitetura e interiores Grupo SP - Alvaro Puntoni, João Sodré (autores); Alexandre Mendes, Gabriela Villas Bôas, Micaela Vendrasco, Ricardo Fróes (colaboradores)
Luminotécnica Ricardo Heder
Elétrica e lógica Anderson Fantini
Construção Denilson Mazzonetto
Fotos Nelson Kon

Fornecedores

Formipiso – Uniplac (piso)
Colombo Esquadrias (caixilharia)
Sandro Oliveira (marcenaria)
Ikea (mobiliário)

Publicada originalmente em ARCOweb em 27 de Julho de 2017
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora