Cupertino Arquitetura: Sede corporativa, São Paulo

Elegante e atemporal

Madeira, pedra, vidro e aço inox são os materiais que dão identidade a esse projeto de retrofit

O escritório Cupertino Arquitetura assina o projeto de retrofit da sede de uma holding localizada no embasamento de um edifício da década de 1960, na avenida Paulista, em São Paulo.

Os arquitetos tiveram como principal desafio resolver o programa proposto com uma linguagem contemporânea alinhada com a arquitetura modernista do prédio, que foi projetado pelo arquiteto paulistano Rino Levi e apresenta características como térreo em pilotis, terraço-jardim e brise-soleil.

Em memorial, o escritório explica que as diversas reformas internas realizadas na edificação ao longo dos anos descaracterizaram o projeto original. Os únicos elementos que permaneceram são a caixilharia de alumínio e a estrutura de concreto, ambos já danificados além do ponto de recuperação. Portanto, a estratégia foi identificar e valorizar tais elementos por meio do uso de aço inox como material de revestimento.

Madeira, pedra e vidro - em referência ao materiais que marcavam os antigos ambientes - também foram empregados no pavimento de 1,6 mil metros quadrados, cujo programa de necessidades inclui sala de diretores, salas de reunião, auditório e restaurante.

Resultado da criação de uma galeria na área central do layout, há ainda um espaço que pode ser usado para receber exposições, eventos e conferências, além de proporcionar acesso de visitantes às salas de reunião sem passar pela diretoria e luz natural ao núcleo de elevadores.

Com o rebaixamento do forro para acomodar instalações técnicas, foi necessário criar uma sanca ao longo de todo o perímetro do andar, visando evitar o encontro do forro com a caixilharia. Outra solução foi deixar paredes e divisórias soltas da periferia, para não interferir na modulação original da caixilharia.

Já a iluminação e o tratamento acústico foram trabalhados conjuntamente, revelam os autores. Grandes faixas de luz na galeria central são feitas de telas tensionadas, elementos que também atuam na absorção acústica. No auditório, as curvas no forro de gesso abrigam a iluminação, o ar-condicionado e o sistema de som, mas também geram conforto sonoro ao ambiente.



Ficha Técnica

Sede corporativa
Local São Paulo, SP
Data da conclusão da obra 2016
Área de intervenção 1.600 m2

Arquitetura Cupertino Arquitetura - Andrea Castanheira, Javier Manubens (autores); Fernanda Rodrigues, Tatiany Franco, Ornella Leme (equipe)
Interiores Andrea Castanheira
Comunicação visual Teo Menna

Luminotécnica Franco Associados
Acústica Alexandre Sresnewisky
Construção Cupertino Arquitetura
Fotos Maíra Acayaba

Publicada originalmente em ARCOweb em 15 de Dezembro de 2016
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora