Caminhada de 120 km por São Paulo abre 11ª Bienal de Arquitetura

Aberta ao público, a iniciativa será realizada de 16 a 23 de setembro, parando em unidades do Sesc-SP e ações comunitárias


Inaugurando sua programação cultural, a 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo - “Em Projeto” inicia no próximo sábado, dia 16 de setembro, um extenso trajeto pela borda geográfica da capital paulista.

Promovida pelo Núcleo de Conteúdo da Bienal, agentes culturais da cidade e o arquiteto e urbanista alemão Martin Köhler, a caminhada de mais de 120 quilômetros terá como ponto de partida o Sesc Campo Limpo, na zona sul da cidade.

O percurso será realizado durante oito dias - terminando no Sesc Parque Dom Pedro II, no dia 23 - e estará aberto ao público, que poderá participar ativamente de qualquer trecho, além de acompanhar em tempo real pelo site da Bienal e por suas redes sociais.

A ideia é percorrer o entorno da cidade, com paradas tanto em unidades do Sesc-SP quanto em oficinas de cultura, coletivos e iniciativas comunitárias, onde ocorrerão atividades, conversas e reflexão sobre a produção cultural e as formas de construção coletiva da cidade.

"O percurso pela geografia urbana paulistana e o registro de sua trajetória tem como objetivo desconstruir os significados atribuídos à dicotomia centro-periferia, insuficientes para descrever o espaço e sua experiência na metrópole. A caminhada oferece uma experiência de costura e articulação de agentes e práticas diversos no território. Enquanto prática política, a caminhada desvela a multiplicidade e potência da produção sociocultural ligadas ao território percorrido", explica Martin Köhler.

A 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo - “Em Projeto” busca discutir a utilidade pública da arquitetura para um projeto coletivo e colaborativo de cidade, frente aos desafios enfrentados pela metrópole contemporânea.

Realização do Instituto de Arquitetos do Brasil - Departamento São Paulo (IAB-SP) com curadoria do arquiteto Marcos L. Rosa e correalização do Sesc-SP, este ano o evento adotou o conceito “Em projeto”, que propõe repensar o lugar da Bienal de Arquitetura quanto ao seu formato, espaço e tempo.

Assim, a exposição da 11ª Bienal ocorrerá de outubro a dezembro de 2017, mas inclui uma programação contínua anterior e paralela ao evento principal.

O site da Bienal lançou também chamadas públicas para receber trabalhos e propostas dentro de um escopo previamente definido. Já foram feitas inscrições de mais de 400 projetos em diversos formatos, incluindo arte urbana, ensaios fotográficos, ações experimentais de codesenho, cartografias, instrumentos inovadores de desenho e práticas da arquitetura etc.

Para participar da caminhada, basta comparecer nos locais de início ou acompanhar em tempo real por onde estarão.

Mapa e rota da caminhada:

16/09, Sábado, 14h: do Sesc Campo Limpo (ponto A) ao ponto B, Interlagos/Vila Ariete (próximo do Santuario de Madre de Deus (10 km)

17/09, Domingo: de Interlagos/Vila Ariete (ponto B) ao ponto C, Santo André (próximo da Fundação Santo André) (16,5km)

18/09, Segunda: de Santo André (ponto C) ao ponto D, SESC Itaquera./São Mateus em Movimento (15km)

19/09, Terça: do Sesc Itaquera (ou São Mateus em Movimento) ao ponto E, Okupação Coragem *oficina (7km)

20/09, Quarta: da Okupação Coragem (ponto E) ao ponto F, Casa de Cultura Guilherme * oficina (a confirmar) (20km)

21/09, Quinta: da Casa de Cultura Guilherme (F) ao ponto G, Jardim Damasceno (14.5km)

22/09, Sexta: do Jardim Damasceno (G) ao ponto H, SESC Osasco * oficina e conversa (18.6km)

23/09, Sábado: do Sesc Osasco (H) ao ponto I, Parque Dom Pedro II (chegada: 16.30h) (19.8km)

Publicada originalmente em ARCOweb em 12 de Setembro de 2017
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora