Tecno Staff: Feira de Ananindeua, Pará

Módulos hexagonais

Com três tipos de módulos hexagonais independentes, a cobertura da feira de Ananindeua, no Pará, tem membrana tensionada sobre estrutura metálica composta por tubos redondos, vergalhões e chapas de aço, protegendo grandes áreas sem a necessidade de pontos muito elevados

A idéia de proteger contra as intempéries a feira da cidade de Ananindeua, localizada na região da Grande Belém, deu origem a um engenhoso projeto. Formada por módulos hexagonais, posicionados estrategicamente para diferenciar e destacar pontos como as circulações principais e boxes, a cobertura tensionada abriga área de 3,2 mil metros quadrados, destinada ao comércio de frutas, peixes e outros alimentos.

A configuração estrutural é composta por três desenhos de módulos - cálice, umbrella e cônico -, resultando em conjuntos que se interconectam. Como arremate, todo o conjunto é circundado por um fechamento mais baixo.

No projeto, realizado em 80 dias, o conceito da tensoestrutura usa a justaposição de módulos hexagonais estruturalmente independentes. Essa composição possibilitou cobrir a grande área sem a necessidade de pontos muito elevados na membrana, além de ajustar-se à geometria triangular do lote. Os planos de corte das membranas foram considerados de modo a obter-se o melhor aproveitamento do material, garantindo uma paginação de acabamento e montagem com emendas esteticamente harmoniosas.

Responsável pela construção da cobertura tensionada, a empresa Tecno Staff Engenharia e Estruturas concluiu a obra em três meses, segundo proposta arquitetônica de José Maria Coelho Bassalo e Flávio Campos do Nascimento, em parceria com o engenheiro Paulo André Brasil Barroso, autor do projeto da tensoestrutura.

A cobertura é constituída por 48 unidades: quatro são do tipo umbrella, duas são tendas cônicas e 42 no formato cálice - destas, 32 são do tipo 1, com configuração em estrutura metálica completa, e dez do tipo 2, com pilares de concreto e conformação superior em metal.

Os módulos dos tipos umbrella e cônico possuem diâmetro de 16 metros. Assim como os cálices do tipo 2, as tendas cônicas apóiam-se em mastros metálicos de 21 metros de altura e seções variáveis. Cada unidade está apoiada em uma base de concreto.

Com 9,60 metros de diâmetro e 5,5 metros de altura, os cálices estão interligados por cones metálicos, que sustentam exaustores de ar para garantir o conforto térmico do ambiente. No total são 30 equipamentos usados para a retirada do ar quente, mantendo a temperatura agradável e evitando a ocorrência do efeito estufa.

A engenheira Rita de Cássia Antunes Bose, da Tecno Staff, explica que “a interligação das estruturas e a precisão na fabricação dos furos oblongos exigiram um exaustivo trabalho de locação das bases e chumbadores. Qualquer erro no início desse processo, nos primeiros cálices, resultaria no acúmulo de diferenças que impossibilitariam a montagem”. De eixo a eixo, os cálices estão eqüidistantes do mastro central 9,6 metros. Tal medida é decorrente do projeto arquitetônico, que previa amplos espaços no interior da feira.

CÁLCULOS
Dimensionada conforme os carregamentos, a estrutura metálica suporta cargas de vento de 108 km/h, peso próprio de 20 kg/m2 e sobrecarga de 25 kgf/m. Fabricada em São Paulo, é composta por tubos redondos e vergalhões de aço SAE e chapas de aço USI-SAC 300.

“Todas as peças receberam acabamento galvanizado a fogo, considerado o mais adequado à ação das intempéries regionais de Belém e também mais resistente para evitar avarias na pintura durante o transporte. As 75 toneladas de aço usadas na fabricação da estrutura foram trazidas para Ananindeua em carretas ou caminhões trucks expandidos, em 16 viagens”, lembra Rita.

Calculadas pelo engenheiro Ruy Marcelo de Oliveira Pauletti, as membranas foram importadas e dimensionadas para uma carga de ruptura com tração de 60 kN/m. Os cabos e terminais acessórios do sistema de tensionamento da membrana nas bordas foram substituídos por barras de ferro redondas, rosqueadas nas pontas, solução simples, econômica e adequada ao projeto.

Também foram aplicados funis metálicos, para captação de água, projetados com sistema de tensionamento complementar das membranas, na base dos cálices. Estas foram reforçadas com chapas metálicas aparafusadas nas bordas, garantindo a integridade durante e após o tensionamento.

Para a instalação das membranas na estrutura metálica utilizaram-se vergalhões de aço, aparafusados nos troncos dos cones de interligação das peças. Na parte inferior da cobertura, as membranas dos cálices foram fixadas nos funis de captação de água pluvial. Na parte superior, os vergalhões passantes nas bolsas das membranas foram aparafusados nos troncos dos cones de interligação, entre as formas.

CLARABÓIAS
Para a construção da cobertura foi estabelecido um cronograma de montagem. Primeiro as peças metálicas eram apoiadas nas bases de concreto e, depois, aparafusadas. Na seqüência, iniciava-se a montagem das membranas. “O empenho técnico da equipe que participou da fabricação e montagem, comandada por Erhard Drittlhuber e Danilo Moreira, foi essencial para o resultado obtido”, afirma Rita.

Os espaços curvos, entre as coberturas dos cálices, receberam estruturas do tipo clarabóia, revestidas com membrana blackout. Os demais espaços têm membrana translúcida, proporcionando a variação entre pontos mais sombreados e outros mais iluminados. À noite, o jogo de luzes evidencia o efeito estético e visual do conjunto. As clarabóias, ao mesmo tempo que permitem a entrada de luz, protegem o interior da chuva.

Com esse projeto, a região metropolitana de Belém ganha mais um destaque em obras que utilizam a tecnologia da tensoestrutura. Além da feira de Ananindeua, inaugurada em outubro de 2006, a região conta com as obras do Ver-o-Peso, do Memorial dos Povos e da via dos Mercadores.

Texto de Gilmara Gelinski| Publicada originalmente em Finestra na Edição 49
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora