3XN: Escola Verde, Estocolmo

Jardins suspensos e agricultura vertical

Um edifício com telhados verdes, fachada de algas, estufa para cultivo de alimentos orgânicos e jardins suspensos foi projetado em Estocolmo para abrigar uma escola onde os estudantes aprenderão sobre a importância da sustentabilidade e da utilização de materiais e alimentos orgânicos locais

A ideia inicial era criar, na capital da Suécia, um edifício para abrigar um novo tipo de escola, que, através da educação ativa, introduzisse a abordagem moderna de um estilo de vida sustentável, começando pelas crianças no jardim da infância e chegando aos estudantes do ensino médio.

A Escola Verde deveria, portanto, ser instalada em um prédio cuja proposta arquitetônica, além de atender ao programa, contemplasse a sustentabilidade em todos os seus aspectos. Com grande variedade de espaços públicos, áreas para alojamento de estudantes e para a produção de alimentos orgânicos, o projeto do escritório dinamarquês 3XN é também exemplo excepcional de arquitetura sustentável.

Para a construção do edifício de 22,8 mil metros quadrados e mais uma estufa de 1,6 mil metros quadrados, os arquitetos desenharam dois arcos adjacentes que apresentam uma série de rotações e níveis deslocados, solução que permite a criação de átrios e terraços verdes. Assim, parte da cobertura de cada pavimento se transforma em jardim e área de circulação para o andar seguinte, conduzindo os pedestres a partir do piso inferior, no lado norte, até a parte superior do prédio, no lado sul. Como prolongamento natural dos jardins, os átrios amplos e com farta luz natural oferecerão espaço para a aprendizagem espontânea e partilha de conhecimento.

O ponto central do projeto é a estufa, onde se cultivarão alimentos orgânicos que depois serão vendidos em uma loja incorporada à construção. A estufa ocupa três níveis intermediários, para otimizar a produtividade. Acima deles estão os sistemas de agricultura vertical e por último os jardins suspensos. Um nível abaixo da estufa, a fachada de algas é solução que vai colaborar com a eficiência energética e que vem sendo aplicada em países europeus, como Alemanha e Dinamarca.

Na parte superior do edifício de 15 andares foram criados nove pavimentos de moradia para estudantes. Deslocados, esses pisos acompanham o movimento de torção do prédio para criar terraços privados que terão a máxima incidência de luz natural. Sua cobertura será transformada em telhados verdes, para aproveitamento de águas pluviais e isolamento térmico. A área que abriga o jardim de infância situa-se ao lado de um bosque de bétulas, oferecendo um oásis seguro para as crianças. O prédio ocupará um terreno no extremo leste da cidade de Estocolmo, em região industrial em processo de transformação.

Texto de Cida Paiva| Publicada originalmente em Finestra na Edição 84
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora