Miguel Juliano Arquitetura: Sesc Santana, São Paulo

Soluções de Conforto Ambiental

O terreno de pequenas dimensões e o programa amplo não constituíram obstáculos para o desenvolvimento do projeto do Sesc Santana. Transformando essas condicionantes em ferramentas, o arquiteto Miguel Juliano criou uma edificação que se destaca no cenário da avenida Luís Dumont Villares, na zona norte de São Paulo, região que registra crescimento acelerado de equipamentos de lazer, como restaurantes, bares e cafés.
Com 6.756 metros quadrados, o lote abriga edifício de 16.568 metros quadrados, onde foram instalados piscinas aquecidas, solário, áreas para atividades físicas e jogos, quadra poliesportiva, restaurante e um teatro com capacidade para 349 pessoas. Para acomodar esses ambientes sem provocar a sensação de confinamento, o arquiteto definiu espaços com amplo pé-direito e utilizou a transparência do vidro em fachadas, coberturas e setores de circulação.

Cores vibrantes, como o azul, o amarelo e o terracota, foram aplicadas na fachada frontal, definida por volumes que sugerem movimento. As tonalidades sóbrias da marquise metálica que dá acesso ao setor de convivência, no térreo, contrapõem-se ao amarelo na cobertura da varanda da quadra poliesportiva, no piso superior. O espaço de convívio abriga local para exposições e a circulação vertical do edifício. Nesse mesmo nível, voltados para a fachada posterior, estão a piscina e o solário. Acima dele, um mezanino recebeu a área de internet livre e o restaurante.

No nível intermediário foram alocados uma segunda sala de convivência, sala de ginástica, espaços administrativos e de atendimento odontológico. A varanda à qual se tem acesso pela quadra poliesportiva, no primeiro andar, ocupa toda a largura da fachada frontal. A criação de dois subsolos atendeu às exigências de implantação de estacionamento e do teatro.

Estudos

O projeto de arquitetura já estava concluído quando o escritório Daltrini e Granado foi contratado para fazer uma avaliação das condições de conforto térmico, em função do posicionamento das piscinas, da incidência solar e das coberturas de vidro. O consultor efetuou estudos para identificar as trajetórias solares sobre o plano da cidade de São Paulo, com o objetivo de analisar o desempenho de cada fachada, associado aos elementos propostos pela arquitetura - caixilhos, vidros da cobertura e venezianas em todo o perímetro com tela externa.

Segundo a engenheira Luciana França, gerente de Serviços de Engenharia do Sesc, havia a preocupação de criar a situação térmica ideal para a área da piscina, utilizando apenas soluções arquitetônicas e materiais adequados. O objetivo era garantir o conforto ambiental dos usuários tanto no verão, quanto no inverno, sem o emprego de sistemas mecânicos de ventilação e exaustão, com redução de custos relacionados a consumo de energia e manutenção.

A eficiência energética foi assegurada pelo trabalho integrado das equipes, envolvendo a participação do consultor Paulo Duarte, da AEC, e da professora Rosana Caram, da Escola de Engenharia da USP/São Carlos. Primeiro, foram analisadas as condições originais do projeto de arquitetura e, posteriormente, realizadas intervenções de forma a resultar em adequado desempenho térmico interno.

Para garantir essa condição, explica a engenheira, foram adotadas coberturas com vidros especiais de alto desempenho, que permitem a entrada de luz com maior reflexão do calor. Nas cabeceiras da cobertura e em todo o perímetro foram instaladas venezianas verticais. As fachadas longitudinais receberam venezianas de PVC orientáveis, com abertura de até 90 graus, tendo palhetas preenchidas com poliuretano injetável e acionamento elétrico.

Acesso protegido

As limitações impostas pelas dimensões do terreno originaram soluções engenhosas. Uma delas é a passarela sobre as piscinas, para a circulação entre o restaurante e o solário. Disposta 3,80 metros acima do espelho, ela é totalmente fechada com vidros transparentes, que permitem a integração visual e, ao mesmo tempo, protegem os usuários da eventual queda de objetos. Medindo 17,3 x 2 metros, a passarela tem estrutura metálica de aço SAC 41 engastada, nas duas extremidades, em vigas de concreto, no nível do mezanino. Os perfis receberam pintura especial para ambientes corrosivos. Vidros curvos laminados de oito milímetros incolores foram colados sobre estrutura auxiliar, composta por perfis de alumínio igualmente curvos.

O conjunto formado pela passarela e pelas piscinas, que tem pé-direito de 9,50 metros até a parte mais alta da cobertura, recebe iluminação natural através da fachada de vidro, voltada para o solário, e de uma cobertura envidraçada, medindo 13,35 x 44,50 metros de eixo a eixo. Para a estrutura metálica dessa cobertura foi utilizado aço SAC 41 (cerca de oito toneladas), com pintura especial, e estrutura auxiliar de alumínio para encaixe dos vidros. As juntas foram vedadas com selante de silicone e tarucel. As chapas de laminado azul têm nove milímetros (cinco + quatro milímetros, com duas películas de PVB incolor).

Uma segunda cobertura de vidro, de 15,75 x 15,75 metros, foi colocada sobre a quadra. Ela é composta por vidro laminado azul-claro refletivo de 14 milímetros (oito + seis milímetros, com duas películas de PVB incolor), instalado em estrutura auxiliar de alumínio, que, por sua vez, está ancorada na principal (de aço CEB 140-AZ).

Revestimentos metálicos

Na fachada frontal, painéis de alumínio composto foram utilizados para revestir as quatro testeiras superiores e os pilares de sustentação da cobertura, nos lados externo e interno. Segundo o engenheiro Alex Garcia de Souza, diretor técnico da Arqtec, responsável pelo projeto e instalação das chapas metálicas, a obra apresentou alguns desafios, devido à necessidade de trabalhar com peças relativamente grandes. Para o enrijecimento delas, foram empregados reforços em perfis agregados, na face posterior.

Outra particularidade foi a criação de diferentes tipos de fixações, uma vez que o edifício tem estrutura mista - aço na cobertura e pilares de concreto. O sistema de fixação utilizou perfis de alumínio como estrutura auxiliar, ancorados por cantoneiras do mesmo material no concreto da fachada, e cantoneiras de aço, soldadas na estrutura metálica. Todas as juntas têm dez milímetros de espessura e são vedadas com silicone. Com espessura de quatro milímetros, os painéis de alumínio composto medem, em sua maioria, 1.540 x 3.100 milímetros, seguindo a modulação proposta pelo projeto de arquitetura.

Assim como o Sesc Pinheiros, também projetado por Miguel Juliano, a unidade de Santana possui acessibilidade universal. Todas as entradas do edifício foram colocadas em cota acima do nível da rua, devido à ocorrência de enchentes na região, mas a criação de rampas eliminou barreiras para idosos e portadores de deficiências físicas. Nas áreas de circulação, o piso recebeu sinalização tátil. Instalações sanitárias, vestiários e acesso ao teatro também foram objeto de cuidados especiais para facilitar o trânsito de todos os usuários.

Ficha Técnica

Sesc Santana
Local São Paulo, SP
Projeto 2004
Conclusão da obra 2005
Área do terreno 6.756 m2
Área construída 16.568 m2

Arquitetura Miguel Juliano Arquitetura
Interiores Spadoni & Associados
Assessoria técnica e de planejamento Valter Schreiber
Gerenciamento da obra Sesc - Luciana França
Projeto acústico Acústica & Sônica
Ensaios tecnológicos L. A. Falcão Bauer
Estrutura de concreto Júlio Kassoy e Mário Franco
Estrutura metálica Kurkdjian & Fruchtengarten
Fundações Consultrix
Construção Talude
Conforto ambiental Daltrini e Granado
Consultoria das fachadas AEC - Paulo Duarte; Escola de Engenharia da USP/São Carlos - Rosana Caram
Esquadrias de alumínio Técnica (execução)
Painéis de alumínio composto Arqtec (projeto e execução)
Fotos Nelson Kon

Fornecedores

Painéis de alumínio composto: Alcan; Veneziana motorizada: EuroCentro; Vidros: Perfbox

Texto de Cida Paiva| Publicada originalmente em Finestra na Edição 47

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora