Rocco Associados: Restaurante Café de la Musique, São Paulo

Moda e arquitetura em espaço para permanecer

A linguagem cenográfica decorre, em boa parte, de materiais, iluminação e variantes ligadas à moda: a cada estação, estilistas nacionais reformularão a ambiência dos interiores

“O Café de la Musique é um restaurante para se passar a noite”, define o arquiteto Fernando Vidal, do escritório Rocco Associados. O conceito de longa permanência originou a setorização, em que lounges modulares se integram às áreas de refeições. 

Foi a idéia da inserção de caixas de contêineres, que inspirou o partido arquitetônico. Faixas transversais, individualizadas por proporções espaciais, tipo de iluminação e layout, definem três regiões sucessivas. Isso faz com que o grande salão central, onde bar, mesas, sofás e pufes desenhados pela equipe de Rocco Associados, seja delimitado pelos ambientes laterais de estar.

O restaurante ocupa parcialmente o pavimento térreo de edifício comercial localizado na avenida Juscelino Kubitschek (leia PROJETODESIGN 283, setembro de 2003), em São Paulo, no qual a laje retangular, elevada cerca de um metro em relação ao passeio público, originalmente abrigava um centro de convenções. Boa parte da fachada lateral foi modificada para a inserção do novo programa, sobretudo em função do conceito de introdução de volumes autônomos.

Assim, um bloco saliente, com grande painel horizontal de vidro emoldurado por uma espécie de pórtico elevado, configura a entrada do restaurante. “Em vez de pequena porta, o Café de la Musique é identificado pela extensa vitrine com dez metros de comprimento”, explica Vidal.

Esse pórtico se estende aos interiores, configurando o lounge atualmente ambientado por Ricardo Almeida. Embora secionado por pilares retangulares, que assinalam o alinhamento original do edifício, esse setor se caracteriza pela continuidade espacial, tanto em função dos espelhos que revestem a estrutura quanto do desenho versátil do mobiliário e do pé-direito rebaixado. Destacam-se as almofadas concebidas pelo estilista, revestidas por capas feitas com tiras de gravatas.

Na extremidade oposta, outro pórtico demarca as áreas de preparação de sushi, no térreo, e do estar no mezanino, este com ambientação assinada por Fause Haten. O revestimento preto dos sofás e os detalhes decorativos da iluminação diferenciam esse espaço, caracterizado por linguagem sóbria. Ele pode ser isolado visualmente por longas cortinas de voile, localizadas junto aos guarda-corpos periféricos.

Já o salão central constitui o ponto focal dos interiores. Trata-se de espaço retangular, com cerca de dez metros de pé-direito, delimitado transversalmente pelas áreas de estar e, na outra direção, pelo bar e pela fachada posterior da edificação. O ambiente alterna lounges, mesas circulares e retangulares de madeira teca, desenhadas pelo escritório.

Materiais simples e soluções criativas qualificam o espaço, sobretudo em virtude da linguagem despojada, acabamentos texturizados e semelhança cromática. Assim, a arquitetura constitui, nesse ambiente, pano de fundo para a visualização e integração das peças de mobiliário e das padronagens criadas pelo estilista Amir Slama. “O projeto coordena de forma harmônica as inserções da moda, design e arquitetura”, aponta Vidal.

O bar ocupa uma das laterais do ambiente e, visível desde a entrada, destaca-se pelo revestimento frontal com tubos plásticos sinuosos. Retroiluminado por lâmpadas fluorescentes, o material foi utilizado também nos fechamentos do balcão de sushi e das pias dos banheiros, constituindo um dos elementos de identidade dos interiores.

Além dos padrões visuais e dos detalhes decorativos do mobiliário, a iluminação tem caráter versátil. Tanto os trilhos cênicos do salão central quanto as luminárias dos balcões podem ter alterada a cor da luz, modificando a linguagem dos interiores.



Ficha Técnica

Café de la Musique
Local São Paulo, SP
Projeto 2005
Conclusão da obra 2005
Área de intervenção 464 m2
Arquitetura e interiores Rocco Associados
Estilistas Amir Slama, Fause Haten e Ricardo Almeida
Luminotécnica Mingrone Iluminação
Acústica Akkerman Projetos Acústicos
Estrutura Ideal
Elétrica Alorelétrica
Hidráulica Install
Ar condicionado Engrac
Construção Souza Lima Construtora
Fotos Nelson Kon

 

 

Fornecedores

Artlux, Braspel, Conelight, Estúdio E27, Guarilux, Home Light, Mefilumina, Telem (iluminação)
Bairrada, Marcenaria Dinniz (marcenaria)
Desiv (sofás, pufes e almofadas)
Gryphu (piso de ipê)
R.A. (tapetes pretos)
Rhema (ar-condicionado)
Harpia (cadeiras)
Steel (equipamentos da cozinha)
Super Limão Studio (balcão do bar e do preparo de sushi)

Texto de Evelise Grunow| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 307
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora