Prêmio AsBEA 2012: Projetos não edificados

Menções Honrosas

Confira os projetos não edificados que mereceram menção honrosa nesta edição do Prêmio AsBEA

PARTIDO BUSCA INTEGRAÇÃO DO RESORT COM A MONTANHA

Leonardo Bachiega: Sede social Flamboyant, Cunha, SP
Categoria edifícios comerciais

O partido de integração com o entorno norteou este projeto para a sede do futuro resort Flamboyant, que será desenvolvido em duas etapas, em uma fazenda na serra do Mar, próximo da cidade paulista de Cunha. Para a primeira fase, foi proposto um prédio com dois pisos: uma caixa de madeira retangular com seis suítes, sobre o térreo que reúne recepção, administração, restaurante, hall, depósitos, garagem e piscina. A implantação utilizará um platô já existente.

Paralelo ao edifício será erguido outro platô, de concreto branco, que começa rente a um aclive natural e cria, no alto, uma praça elevada com piscina e espelho d´água. A praça une-se ao pavimento superior do prédio, criando mais uma possibilidade de transição interior/exterior. Os vários serviços do resort acomodam-se em torno de um pátio térreo.


Leonardo Bachiega


LINHA DE MONTAGEM EM MEIO À PAISAGEM VERDE



FGMF Arquitetos: 
Fábrica VAE, Bacabeira, MA
Categoria edifícios industriais

Está em implantação, no Maranhão, este projeto para uma fábrica de desvios de trilhos de trem. O programa, relativamente enxuto, permite a generosa integração do edifício com o entorno, de modo a tirar partido da ventilação cruzada em contexto de rigoroso clima quente. O galpão tem cerca de 30 metros de largura e 60 metros de profundidade, expansível até cem metros, com estrutura metálica e fechamentos ora com bloco de concreto, ora com telha metálica.

Organizada linearmente - os trens adentram o edifício para serem carregados -, a fábrica se conecta a áreas ajardinadas: a frontal, de entrada, e a lateral, que invade os interiores contornando o plano inclinado que faz as vezes de fachada. Complementam a proposta um conjunto de residências temporárias e centro de convivência, ambos também em construção.


Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz


ESCALONADO, CONJUNTO VOLTA-SE PARA PRAÇA INTERNA

Torres & Bello Arquitetos Associados: Condomínio Residencial Campos Salles, Porto Alegre
Categoria edifícios e conjuntos residenciais

Os arquitetos Alberto Torres e Audrey Bello Ramos, titulares de Torres & Bello Arquitetos Associados, são os autores do projeto do Condomínio Residencial Campos Salles, a ser implantado em Porto Alegre. A proposta arquitetônica tira partido da existência de um bosque com espécies nativas no interior do lote e da topografia com desníveis acentuados. Com implantação em U e volumetria escalonada, o conjunto se abre para a praça interna, sem prejuízo da vista para o entorno.

As fachadas são conformadas por terraços lineares e preveem o uso de materiais naturais, como pedra e madeira, associados a elementos industrializados. Para atender a demandas diversas, os prédios apresentam tipologias variadas, com apartamentos simples ou dúplex de um, dois ou três dormitórios.


Alberto Torres e Audrey Bello Ramos


PERCURSO DE MADEIRA E CONCRETO ENTRE ÁRVORES ESGUIAS

FGMF Arquitetos: Casa Boratto, São Paulo
Categoria residências

Descontados os recuos edilícios e ambientais incidentes sobre o lote de um condomínio fechado nas cercanias de São Paulo, reduzia-se drasticamente a área útil, passível de construção. Somem- se a isso a topografia acidentada e a existência de um grande número de árvores esguias no local, características da mata atlântica, e tem-se as condicionantes que levaram os arquitetos a criar uma residência desmembrada em patamares independentes - dois no total -, interligados por escada principal e pela passarela que percorre o terreno como num passeio.

No nível intermediário, o volume de madeira tem implantação em V aproximado, com um dos braços (ocupado pelos dormitórios) invadindo diagonalmente o lote, de modo a contornar as árvores. Na cota social e de lazer, rebaixada, o pavilhão de concreto serve de embasamento simbólico.


OUSADIA E TROPICALIDADE CONTRA O ENTORNO INDUSTRIAL

FGMF Arquitetos: Complexo multiuso, Brasília
Categoria edifícios de serviços

Desenvolvido como símbolo de ousadia e estudo de viabilidade de um complexo de serviços, comércio e escritórios previsto para a zona industrial de Brasília, o projeto tem como premissa a contraposição à tipologia característica do seu entorno. Organizado em forma de U, com a faixa aberta voltada para a via principal de acesso, ele se organiza em quatro pavimentos, com área comercial no térreo, grande laje corporativa e escritórios de menor porte no primeiro e no segundo andares, e lojas para programa institucional na cobertura.

A grande escala de implantação motivou a criação de caminhos avarandados e terraços abertos, associados a lajes verdes reveladas pela rotação dos escritórios envidraçados. Telas no padrão colmeia funcionariam como brises, para a privacidade dos ambientes corporativos.


Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz


PASSARELA SUSPENSA DELIMITA A CAATINGA E O CERRADO

Sotero Arquitetura e Urbanismo: Renova Energia, Caetité, BA
Categoria edifícios de serviços

Concebido para uma empresa de produção de energia eólica, com sede na Bahia, este projeto do escritório Sotero Arquitetura e Urbanismo é desmembrado em dois blocos, interligados por uma passarela: um para o centro de operações, o outro para o memorial aberto à visitação pública. Paralelos entre si, eles confi guram a setorização em U, com pátio aberto central estratégico na região de clima quente, com sua função de criar um microclima local, salientam os arquitetos.

Uma marquise, oposta à passarela suspensa, recepciona os visitantes, ordenando os fl uxos e sombreando a zona limítrofe entre as vegetações de caatinga e cerrado. O bloco do centro de controle é linear, com dois andares, enquanto o memorial é conformado por volume trapezoidal. O aço cortén está previsto para a passarela e para os brises.


Adriano Mascarenhas


NA REGIÃO PORTUÁRIA, CULTURA E LAZER MÓVEIS

De Fournier & Associados: Gruas de Palermo, Itália
Categoria edifícios institucionais

As gruas, que há mais de três décadas marcam a paisagem de Palermo, são as estruturas tomadas como ponto inicial da intervenção revitalizadora planejada pelo escritório De Fournier & Associados para a região portuária da capital da Sicília. O projeto sugere que elas sejam transformadas em um centro cultural e de lazer, ao pé do qual se estenderá uma grande praça.

As estruturas das gruas e a nova praça irão possibilitar maior flexibilidade de uso e diversos tipos de exposições, com configurações espaciais que variam em função do deslocamento dos equipamentos. Biblioteca, espaço multiuso, café, loja, restaurante e terraços montados sobre os elementos horizontais das gruas juntam-se ao centro cultural e aos locais para exposições temporárias e permanentes.


Michel de Fournier


ESPAÇOS VERDES ENTREMEADOS À ESCOLA TÉCNICA

NPC Grupo Arquitetura: Escola Senai, São Caetano do Sul, SP
Categoria edifícios institucionais

A unidade São Caetano do Sul é a primeira de uma série de escolas que os arquitetos do NPC estão concebendo para o sistema Senai/Sesi. Trata-se de um projeto especial, já em construção, o de uma escola técnica relacionada tanto ao programa educacional quanto ao industrial. Com implantação em terreno de duas frentes, com desnível transversal, é através de uma passarela que se faz a ligação do passeio público com o pavimento que abriga grande parte das atividades didáticas.

Já o edifício anexo, sob a passarela, acomoda-se aos platôs do lote com seu programa de apoio e esportivo, dando origem a uma praça superior inclinada, um pátio descoberto e, integrado à área verde superior, um bosque. Pré-fabricado de concreto e com elementos de metal na cobertura, rampa e escada são os sistemas construtivos previstos.


Cláudia Nucci e Valério Pietraróia


COMPLEXO AGREGA MÚLTIPLAS ATIVIDADES

De Fournier & Associados: Empreendimento Parque Burle Marx, Belo Horizonte
Categoria projetos especiais

Divertir-se, estudar ou trabalhar, ir ao médico e à academia e passear por um majestoso parque, podendo se deslocar a pé ou de bicicleta - essas serão algumas facilidades proporcionadas aos moradores/usuários do Parque Burle Marx, no Belvedere, bairro da região centro-sul de Belo Horizonte. A distribuição dessas atividades num terreno de cerca de 1 milhão de metros quadrados foi idealizada pelo escritório De Fournier & Associados.

A arquitetura de algumas edifi cações (escritórios, lajes corporativas, residências e espaços comerciais) é também do escritório e foi trabalhada de forma que os volumes se integrassem à morfologia do terreno. “A mescla de usos”, explica o escritório no memorial, “reduz a necessidade de deslocamentos, cumprindo a função de gerador e gestor do seu próprio comportamento social e econômico”.


Michel de Fournier


PROJETO PRIORIZA RUA E CRIA ESPAÇO PÚBLICO HUMANIZADO

Jardins Arquitetura e Engenharia: Streetscape Pedra Branca, Palhoça, SC
Categoria projetos especiais

A proposta foi desenvolvida pelo escritório Jardins Arquitetura e Engenharia para as vias do bairro Cidade Universitária Pedra Branca (no município catarinense de Palhoça), concebido de acordo com os conceitos do novo urbanismo, que preza o uso racional do espaço edifi cado, com lugares de moradia, trabalho e lazer próximos, de maneira a reduzir o uso do automóvel.

A rua - conjunto formado pelo recuo frontal das edifi cações, passeio e via - prioriza o pedestre, com galerias cobertas por pergolados, esquinas niveladas e estacionamentos lineares junto às vias, permitindo acessibilidade, conforto e legibilidade do espaço. Elementos como pavimentação (basalto e pisos táteis), arborização (espécies da mata atlântica adequadas a passeio público), mobiliário urbano, iluminação e surpresas urbanas (espelhos d’água, fontes e esculturas) são destaque.

Texto de Redação| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 394
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora