Opera Prima 2008

Conheça os projetos premiados na 20ª edição

PRÊMIO HISTÓRICO
O Instituto de Arquitetos do Brasil se sente honrado em participar da comemoração dos 20 anos do Opera Prima, premiação que já está inscrita na história da arquitetura de nosso país e do IAB.

Não é para menos: 1.806 professores orientadores participaram dessas edições; mais de 500 estudantes foram premiados; e, incluindo o prêmio de 2008, tomaram parte no Opera Prima, nesses 20 anos, 153 escolas, do total de 154 que formaram turma em 2007 - ou seja, a quase totalidade das faculdades com formandos já participou do concurso.

Muitas pessoas contribuíram nesse período. Aos consultores e jurados, o nosso reconhecimento. Aos patrocinadores, e agora à Braskem, nosso agradecimento pela confiança no futuro da arquitetura brasileira. À Joy Eventos e à PROJETO DESIGN, parabéns pela parceria de sucesso. Fazemos ainda um destaque ao IAB, pelo esforço permanente na viabilização desse importante evento, reforçando, com sua experiência, a credibilidade do concurso; e a todos os participantes e premiados, que fizeram história e enriqueceram suas vidas com essa participação.

Gilberto Belleza - Presidente nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil


UM ESTÍMULO À INOVAÇÃO
O Brasil é reconhecido pela qualidade e capacidade de seus arquitetos para encontrar soluções criativas e inovadoras. A conquista dessa projeção exige um cuidadoso processo de formação e capacitação de talentos, no qual as faculdades de arquitetura e urbanismo desempenham papel importantíssimo. Por isso, a Braskem apóia, há cinco anos, o prêmio Opera Prima.

O objetivo do concurso, que completa 20 anos, é estimular e reconhecer novos talentos na arquitetura brasileira. Com iniciativas como essa é possível revelar novos “Niemeyers” dando-lhes a oportunidade de mostrar suas competências no desenvolvimento de soluções criativas e arrojadas.

Uma forma de potencializar essa criatividade é oferecer outros materiais, como o PVC. Por isso, a Braskem criou há cinco anos a categoria especial Projetando com PVC. Esse material, de grande versatilidade e desempenho, propõe ao arquiteto uma nova maneira de projetar e de construir, além de ser prático e competitivo. Oferecemos também outra possibilidade diferenciada, o sistema construtivo Concreto PVC, que pode ser utilizado em diferentes aplicações e segmentos, dependendo apenas da criatividade do profissional.

O prêmio Opera Prima/Projetando com PVC também serve como incentivo e reconhecimento aos professores, que orientam alunos capazes de enfrentar os desafios propostos pela realidade socioeconômica do Brasil.

O sucesso do prêmio, medido pelo número crescente de projetos inscritos a cada ano, só é possível pela representatividade e idealismo de nossos parceiros na iniciativa: o IAB, a revista PROJETO DESIGN e a Joy Eventos. A eles, os agradecimentos da Braskem, que se estendem aos mestres dedicados à formação dos futuros arquitetos, que continuarão a projetar o nome do Brasil através de soluções que beneficiam principalmente os brasileiros.

Bernardo Gradin - Presidente da Braskem

 

Esta edição do Opera Prima teve a participação de 413 concorrentes de 126 escolas de arquitetura de todo o país, dentre os quais foram selecionados 126 finalistas. Na composição desse grupo, a Região 1 (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná) entrou com 35 projetos; a Região 2 (São Paulo), com 36; a Região 3 (Rio de Janeiro e Espírito Santo), com 13; a Região 4 (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe), com 15; e a Região 5 (Amazonas, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará e Tocantins), com 27 projetos. A categoria especial Projetando com PVC, instituída pela Braskem, contou com 23 concorrentes.

COMISSÃO JULGADORA
A comissão julgadora nacional do Opera Prima 2008 foi composta pelos arquitetos Antônio Carlos Campelo Costa (CE), Fernando Alencar (RJ), Gilson Paranhos (DF), Ricardo Pereira (PR) e Roberto Loeb (SP). Na categoria especial Projetando com PVC, integraram-se à comissão julgadora os engenheiros Luciano Rodrigues Nunes e Carlos Felipe de Almeida Nobre.

Ao completar 20 anos de existência e abrangendo todas as áreas e atribuições do arquiteto e urbanista, o concurso Opera Prima já se transformou em um marco na carreira dos formandos de arquitetura de todo Brasil.

Nesta edição, 126 escolas participaram com 413 trabalhos de alta qualidade técnica e estética, surpreendendo o júri pela maturidade das propostas.

Veja abaixo os projetos premiados e as menções honrosas:

Casa x Atelier - Cristiane Agostini de Andrade

Sinagoga - Fernando Fisbein

Centro de Lazer e Cultura em Santos - Maria Fernanda Ribeiro Ornelas

Centro de Arte Contemporânea Liuba - Ana Terra Capobianco

Santuário Urbano - João Carlos Santos Kuhn

Menções Honrosas:

Categoria especial - Projetando com PVC:

*Confira também o artigo de Fernando Serapião sobre os 20 anos do concurso Opera Prima.

Texto de Evelise Grunow| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 342
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora