Opera Prima 2003

Confira os projetos premiados na 15ª edição

RESUMO DO OPERA
O OPERA PRIMA é, sem nenhuma dúvida, o mais importante, respeitado e concorrido concurso brasileiro destinado a premiar jovens formandos de arquitetura.

Ele foi lançado em 1988, por iniciativa da PROJETO, cuja redação registrava considerável procura de formandos interessados em publicar seus trabalhos de conclusão de curso. A idéia de organizar um concurso nacional, com a participação de faculdades de arquitetura, foi apresentada à Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura (Abea) e apoiada, com entusiasmo, por seu presidente, o arquiteto Carlos Fayet. Não menos entusiasmado foi o apoio da Fademac, empresa fabricante de pisos vinílicos, que concordou em ser patrocinadora do evento. Naquele ano, existiam 48 escolas de ensino superior de arquitetura e 37 participaram do certame, com 156 trabalhos inscritos.

Em 2003, estima-se que o número de escolas triplicou; 74 delas participaram do 8º OPERA PRIMA* e os inscritos somaram 423. Os projetos premiados e que receberam menção honrosa nesta edição do prêmio podem ser apreciados nas páginas a seguir. Sua alta qualidade - constatada pelos júris e registrada em seus pareceres - anima a revista PROJETO DESIGN a prosseguir na empreitada de revelar os talentos emergentes da arquitetura brasileira. Agora em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil/Direção Nacional e a Joy Eventos, empresa responsável pela organização de todo o certame, desde sua primeira edição.

Arlindo Mungioli - editor

*Esta oitava edição marca a volta da PROJETO DESIGN ao concurso. Entre 1996 e 2001, foram realizados concursos idênticos, sob outra denominação, sem a participação da revista.

UM RECORDE DE QUALIDADE
O Instituto de Arquitetos do Brasil, em parceria com a revista PROJETO DESIGN e a Joy Eventos, apresenta a 15ª edição da tradicional premiação nacional para trabalhos finais de graduação em arquitetura e urbanismo.

Cientes da importância desse momento para os estudantes e para o ensino da arquitetura no Brasil, o IAB, a PROJETO DESIGN e a Joy Eventos não mediram esforços para realizá-la, mesmo sem patrocinador oficial, e têm a satisfação de aqui divulgar mais um recorde de presença e qualidade: 74 escolas e 423 trabalhos participantes, com elevado padrão técnico e cultural, em sua ampla maioria.

Registro os agradecimentos especiais e públicos do IAB ao arquiteto José Carlos Ribeiro de Almeida, coordenador do concurso, assim como aos colegas do corpo de jurados do IAB que participaram dos júris regionais e nacional da premiação. Cada um desses renomados arquitetos deixou seus afazeres para - sem nenhum tipo de remuneração, movidos apenas pelo prazer de servir à arquitetura - dar a sua contribuição pessoal na tarefa de garantir a continuidade da premiação.

E prosseguindo com os ajustes que objetivam aprimorar e modernizar o certame, à luz dos regulamentos de concursos do IAB e da Unesco, esta edição traz uma "novidade" a mais: a retomada da denominação original pela qual a premiação sempre foi identificada por professores e alunos - prêmio OPERA PRIMA.

Celebremos mais este alegre momento da jovem arquitetura brasileira e, desde já, movimentemo-nos para a realização do OPERA PRIMA 2004 - mais uma edição deste fantástico encontro nacional de formandos das faculdades de arquitetura e urbanismo. Mais uma avaliação consistente do ensino de arquiteturae urbanismo no Brasil que, esperamos, seja o exemplo e a matriz para a substituição definitiva das experiências de avaliação correntes, tão distantes do verdadeiro exercício dessa formidável profissão que abraçamos.

Haroldo Pinheiro Villar de Queiroz - Presidente nacional do IAB

AMOSTRA DE ENTUSIASMO E IDEALISMO
A premiação OPERA PRIMA hoje dispensa apresentações. Para as últimas gerações de arquitetos, já integra os procedimentos de final de curso, como uma complementação ritual da fronteira entre formação e prática. Para os profissionais, professores ou arquitetos formados há mais de 15 anos, é o evento que anualmente mostra o pulsar da formação, a evolução dos interesses e o nível dos colegas que ingressam no mercado, uma amostra carregada do entusiasmo e idealismo cultural de uma produção isenta dos percalços do mercado de trabalho.

Se os projetos por vezes permeiam o inevitável enfoque ingênuo da inexperiência, por outro lado mostram a riqueza da procura de soluções novas e pragmáticas e da sua inserção na contemporaneidade consciente de uma arquitetura que, com toda a poesia e sonho, engajamento e ideologia, constrói o nosso acervo de arte e cultura, como deve ser.

Os novos arquitetos, que incorporaram o urbanismo no título profissional, pensam claramente a cidade e o meio ambiente no seu projetar, não como uma circunstância ou fato consumado que a evolução humana criou, mas como oportunidade para a realização pessoal e condições privilegiadas de bem-estar, além de ser uma possível solução para o manejo ambiental, que precisa ser tratado com o respeito necessário à condição de sobrevivência da própria humanidade.

A importância dada ao OPERA PRIMA pelos arquitetos fica patente pelo empenho das entidades e de todos os envolvidos na sua realização, com a sua generosa dedicação e voluntariedade, o que torna possível obter a mesma estrutura de eventos semelhantes para profissionais. A entrega desses prêmios não se resume às boas-vindas aos novos colegas - é sobretudo uma festa alegre, que prenuncia a retomada de condições de produção de qualidade de nossa arquitetura, que se reafirma com a próxima criação de um conselho de fiscalização profissional próprio. Os trabalhos aqui publicados são uma demonstração da justeza de nosso otimismo e confiança no porvir.

José Carlos Ribeiro de Almeida - Arquiteto consultor


Com 423 participantes de 74 escolas de arquitetura de todo o país, o concurso OPERA PRIMA superou, em 2003, as edições anteriores, em número de candidatos e instituições de ensino. A última competição, realizada em 2001, teve 326 candidatos, de 69 faculdades. Na primeira fase, foram selecionados, regionalmente, 75 trabalhos. Posteriormente, o júri nacional escolheu os 25 classificados, dos quais cinco foram premiados e 20 receberam menção honrosa. A competição foi realizada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil, revista PROJETODESIGN e Joy Eventos.

JÚRI REGIONAL
Região 1 (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina)
Anônio Carlos Campelo Costa (CE), Eduardo Chiletto (MT) e Sérgio Parada (DF)


Região 2 (São Paulo)
Laís Salengue (RS), Roberto Simon (SC) e Salvador Gnoato (PR)


Região 3 (Rio de Janerio e Espirito Santo)
Antônio Carlos Campelo Costa (CE), Eduardo Chiletto (MT), e Sérgio Parada (DF)


Região 4 (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe)
Elenira Affonso (RJ), Fábio Penteado (SP), Marília Sant´Anna de Almeida (SP)

JÚRI NACIONAL
Do júri nacional fizeram parte os arquitetos Antônio Carlos Campelo Costa, Elenira Arakilian Affonso (substituindo Alfredo Brito), Fábio Penteado, Salvador Gnoato (substituindo Roberto Rodrigues Simon) e Séergio Parada, assistidos pelo consultor do concurso, arquiteto José Carlos Ribeiro de Almeida, do IAB, e por Vanilda Queiroz Sganzerla, da Joy Eventos. Almeida e Vanilda atuaram também na comissão organizadora do evento, junto com Haroldo Pinheiro Villar de Queiroz, presidente nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB/DN), e Arlindo Mungioli, da Arco Editorial (editor das revistas PROJETODESIGN, FINESTRA e ESQUADRIA).


Confira abaixo os premiados desta edição:

Arché, Signo à cidade: Museu - Adão Antônio Ribeiro Júnior

Cantina e casa noturna II Vecchio Mulino - Luciano Lerner Basso

Base de operações de ONG - Cristian Maurício Riversos Illanes

Museu de Arte Lygia Clark - Maria Branca Rabelo de Moraes

O Bambu na habitação de baixo custo - Adriene P. Cobra Costa Souza

Menções Honrosas:

Texto de Éride Moura| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 284
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora