Conteúdo CBCA

Componentes industrializados

O projeto de residência de lazer buscou adotar componentes industrializados, como estrutura em aço, laje steel deck e sistema de cobertura, escada, passarela e pergolados metálicos, que chegaram ao canteiro de obras prontos para montagem

Localizada em uma área de preservação ambiental de Mata Atlântica, em Jundiaí, São Paulo, a casa ocupa uma clareira em meio a essa área, o que configurou um desafio ao projeto. A opção pelo uso do aço justifica-se, de acordo com a arquiteta Silvia Scalzo, devido às suas qualidades estéticas, baixo volume de resíduos gerados no canteiro, objetividade no custo e maior velocidade da obra.

“A busca de simplicidade nos volumes e soluções arquitetônicas ocorre conjuntamente à procura pela simplicidade da construção, com a adoção de componentes e materiais industriais que chegam prontos ao canteiro de obras para a montagem”, manifesta a arquiteta e acrescenta que as empresas fornecedoras das soluções industrializadas interagiram positivamente, contribuindo para atender as necessidades do projeto e da obra.

A estrutura, formada por perfis laminados, soldados e perfis tubulares, foi produzida em uma cidade vizinha à obra e, levada ao canteiro, pôde ser montada em poucos dias, com elementos aparafusados no local. A escolha pela laje do tipo steel deck também foi norteada pela facilidade de montagem, pois eliminou a necessidade de formas e de escoramento.

A laje foi concebida aparente, compondo com a estrutura e com as eletrocalhas das instalações elétricas. Além disso, as luminárias também são formadas por eletrocalhas utilizadas como arandelas ou pendentes, ambas com lâmpadas led.

A cobertura, que também é metálica e em uma única água, é constituída por sistema que conta com forro em bandejas de aco perfuradas e sobreposta com telha trapezoidal. Ambos elementos possuem espessura de chapa de 0,65 milímetros em aço pré-pintado.

O sistema de cobertura ainda é composto por duas camadas de lã de vidro e uma chapa de aço com espessura de 0,80 milímetros entre as camadas, com o objetivo de aumentar a massa do sistema. Como resultado, os autores obtiveram excelente desempenho termoacústico da cobertura, a qual ofereceu “uma temperatura mais amena tanto em relação aos dias quentes como em noites frias”, de acordo com a arquiteta.

Outros elementos integram os componentes de materiais industrializados da residência, como passarela metálica, que interliga os quartos, feita por módulos de grade de piso, e o guarda-corpo, composto por painéis em arame galvanizado e revestido em PVC.

Mais sobre esse projeto em reportagem publicada no ARCOweb


www.cbca-acobrasil.org.br



Ficha Técnica

Local Jundiaí (SP)
Conclusão da obra 2017
Área do terreno 5.800 m²
Área construída 268 m²
Arquitetura Silvia Scalzo e engº Francisco Cardoso (autores); Mayra Rodrigues e Régis Sugaya (coautores)
Aço empregado Perfis laminados ASTM A572 gr 50, perfis soldados e tubos estruturais ASTM A36
Projeto estrutural Rosa Maria Messaros
Execução da obra Luciano Mautschke
Fabricante da estrutura metálica Planmetal
Sistema de cobertura e steel deck Perfilor
Fotos Nelson Kon

 

Texto de | Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 445
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora