FINESTRA: MCA Manoel Coelho Arquitetura & Design, Hospital do Rocio, Campo Largo, PR

Humanizado e transparente

De autoria do escritório MCA Manoel Coelho Arquitetura & Design - responsável também pelos interiores, comunicação visual, sinalização, paisagismo e mobiliário –, o projeto do Hospital do Rocio foi elaborado visando criar ambientes humanizados e a integração entre os espaços interno e externo. Ele está implantado em terreno de 100 mil metros quadrados de área cercado por zona de vegetação preservada, o que contextualiza a criação de amplas fachadas do tipo pele de vidro

Localizado há 50 anos em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba, o Hospital do Rocio teve inaugurada em 2014 uma nova unidade, com área construída de 55 mil metros quadrados. Ela foi dividida em 12 blocos (entremeados por jardins internos) que abrigam 40 consultórios, 26 salas de cirurgia e 305 leitos de UTI, sendo 105 de UTI neonatal, além de auditório com 320 lugares, centro médico, heliponto, estacionamento com mil vagas e ampla área de acesso, com corredores e salas de espera para visitantes e acompanhantes.

Segundo o arquiteto Manoel Coelho, a diretriz do projeto foi a correta organização funcional dos setores e fluxos hospitalares, priorizando, contudo, a qualidade dos espaços internos. Por isso, a implantação se deu de modo a permitir a iluminação natural dos ambientes de circulação e uso coletivo e também a gerar a maior extensão do vão luz, descortinando as belas araucárias presentes no bosque preservado.

O projeto se estrutura a partir de dois grandes eixos de circulação paralelos, que dividem o complexo e organizam as circulações de público, de serviços e de funcionários. O primeiro, destinado ao público, se desenvolve ao longo da fachada principal, voltada para o bosque, e tem na extremidade leste a praça de acesso ao complexo. Já o segundo, de circulação restrita, corta longitudinalmente o eixo central da edificação.

Transversalmente a eles, nos pavimentos superiores, os jardins internos intermedeiam os núcleos funcionais do hospital: alas de apartamentos ambulatoriais e suítes, além das áreas administrativas e auditório nos pavimentos superiores. As áreas verdes internas permitem a visualização do ambiente externo ao longo de todo o hospital e o qualificam ainda por causa da iluminação e ventilação natural que acolhem.

A fim de quebrar a monotonia dos espaços e fazer a sinalização das áreas, o arquiteto utilizou cores intensificando cada setor do hospital. No sentido de melhorar o conforto térmico dos interiores, proporcionar economia de energia elétrica e garantir o bem estar dos pacientes e familiares, as lajes receberam jardins com plantas apropriadas para o ambiente hospitalar.

São cerca de 5 mil metros de lajes jardins que valorizam os deslocamentos internos (com destaque para o trajeto através de rampa) e visuais dos ambientes de internamento e de trabalho. Entre outros aspectos do projeto, que garantem maior eficiência ambiental na gestão do empreendimento e atendem as questões de sustentabilidade, estão o reaproveitamento de águas pluviais e o aquecimento solar.

Considerando o grande número de pessoas que circulam diariamente pelo hospital, estimadas em 6.000, o projeto dedicou especial atenção à setorização e controle de fluxos. O acesso ao complexo se dá através de três pórticos: geral, serviços e ambulatório, posicionados na fachada principal.

Revestidos com painéis de alumínio composto fixados a uma subestrutura metálica, eles organizam e direcionam o acesso dos diversos tipos de usuários aos respectivos blocos. As recepções e entradas independentes distribuem os fluxos para os diversos setores do hospital.

Fachadas refletivas

Descortinar o entorno era uma premissa do projeto de fachadas, que possui área de 8.561,72 metros quadrados de vão luz vedado com vidros. “O sistema ‘structural glazing’ foi a opção que melhor atendeu as características das fachadas com modulação de 2.000 milímetros e 2.500 milímetros de largura e 1.050 milímetros de altura. Os vidros laminados refletivos de 8 milímetros de espessura, compostos por um vidro de 3 milímetros azul + PVB incolor + vidro incolor de 4 milímetros, auxiliam o tratamento térmico no interior do edifício. Eles foram colados com calço estrutural em perfis de alumínio da linha Atlanta Glazing da Belmetal, com acabamento de pintura eletrostática na cor branca e vedados com silicone estrutural.

Em algumas áreas das fachadas foram utilizadas janelas maxim-ar. As juntas entre caixilhos de 1,5 centímetro receberam borracha EPDM para garantir estanqueidade à face tanto no sentido vertical como horizontal”, detalha Alderico Carlos Piloneto, diretor da SMD Esquadrias e Vidro, responsável pela execução das fachadas.

As fachadas da edificação consumiram 48.357 toneladas de alumínio, 9.100 metros quadrados de vidro e 13 mil metros quadrados de painéis de alumínio composto na cor cinza escuro, material este que compõe a envoltória, marca os pórticos, o coroamento, a lateral de algumas alas e as áreas de acesso. As placas nas dimensões de 1,5 metro e 4 milímetros de espessura foram aplicadas em um subestrutura metálica fixada na estrutura do edifício.



Ficha Técnica

Hospital do Rocio
Local Campo Grande (PR)
Início do projeto 2011
Conclusão da obra 2014
Área do terreno 100.000 m2
Área construída 55.300 m2

Arquitetura  MCA Manoel Coelho Arquitetura & Design - Manoel Coelho e Antonio Abrão (autores); Carolina Henares, Andressa Kreush, Andréia Ferrari, Cátia Branco, Manuela Ferreira, Victor Escorsin (equipe)
Construção Engerama
Fotos Nelson Kon

Fornecedores

Michelangelo, Gramarcal (mármores)
Incepa (porcelanato)
Tarkett (piso vinílico)
Beaulieu (carpetes)
Armstrong (forro mineral)
SMD (alumínio composto, brises, esquadrias de alumínio)
Europa (esquadrias PVC)
Belmetal (alumínio composto)
NGK (pastilhas cerâmicas)
Tempo de Viver (guarda-corpo em inox)
Gdedu (marcenaria)

Texto de Gilmara Gelinski| Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 444
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora