Case

Retrofit harmoniza fachada com entorno

Inaugurado em 1976, na avenida Vieira Souto, o edifício Cap Ferrat é um dos mais valorizados do Rio de Janeiro. Recentemente suas fachadas passaram por um projeto de retrofit, que utilizou a linha Dekton da Cosentino. O objetivo foi recuperar a torre com 22 pavimentos de seu estado de deterioração, valorizando sua imponência e estabelecendo harmonia com o entorno

O retrofit do edifício Cap Ferrat ficou a cargo do arquiteto Juan Di Filippo e teve como ponto de partida a exploração de todas as possibilidades de composição e proporções que a estrutura permitia. Com isso, foi possível definir uma nova identidade arquitetônica à edificação, com uma linguagem contemporânea.

“Exemplo disso é o reenquadramento dos chanfros originais nas colunas frontais, o que ampliou visualmente a fachada de frente para o mar”, comenta o arquiteto. O projeto estabeleceu a substituição integral do revestimento existente no embasamento, nas varandas e na cobertura. Também instalou portas de correr nas varandas da fachada voltada à praia e trocou todos os guarda-corpos, que se encontravam bastante deteriorados em razão da ação da maresia.

Di Filippo explica que a melhor solução encontrada foi manter o revestimento existente e sobrepor o novo, mediante a fixação por meio de inserts de aço inoxidável. Esse sistema facilitou a execução, eliminando a necessidade de remoção do revestimento antigo e permitindo a instalação de novos guarda‑corpos em vidro contínuo, que não interferem na vista para o mar. Além disso, as varandas da fachada principal receberam fechamento com portas de vidro e alumínio, ampliando a área social dos apartamentos.

Devido à qualidade do material e características como a inalterabilidade frente à ação agressiva dos agentes atmosféricos do local, alta resistência ao calor e aos raios UV, baixíssima porosidade e resistência a manchas, o revestimento escolhido para o projeto foi a superfície Dekton, da Cosentino, empresa global, de origem espanhola, que produz e distribui superfícies inovadoras de elevado valor para o mundo da arquitetura e do design.

Sua variedade de formatos, leveza, maleabilidade e elevada estabilidade dimensional e de cor também justificaram a utilização de 3,8 mil metros quadrados de Dekton na fachada, guarda-corpos e colunas. A cor selecionada foi a Danae, que faz parte da Natural Collection e possui tom neutro que lembra o da areia da praia. Assim, além de harmonizar com o mármore original, que foi mantido e restaurado em algumas faces, como explica o arquiteto, o revestimento também se integra ao entorno da edificação.

Dekton é uma recente e inovadora categoria de superfícies, obtida através da exclusiva Tecnologia de Sinterização de Partículas (TSP), que acelera as alterações metamórficas que a pedra natural sofre ao ser exposta por períodos prolongados a altas pressões e temperaturas. Sua materialidade é uma mistura sofisticada de matérias-primas presentes na fabricação de materiais como vidro, porcelânicos de última geração e superfícies de quartzo.

Com possibilidade de aplicação em ambientes internos e externos, Dekton oferece inúmeras opções de design, disponíveis em tamanhos e cores variados. Placas de 1,44 m x 3,20 m, em três espessuras diferentes, e superfície ultracompacta, permitem paginações variadas e garantem o mínimo de juntas entre elas.


https://br.cosentino.com
facebook.com/cosentinobrasil 
instagram.com/cosentino_brasil 
(11) 3611-1229

Texto de | Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 443
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora