10º Prêmio AsBEA: Prêmio Roberto Aflalo

Dal Pian Arquitetos: Competência e Sensibilidade

A dupla Renato e Lilian Dal Pian foi a vencedora do Prêmio Roberto Aflalo, distinção máxima da 10ª edição do Prêmio Asbea, concedido ao conjunto da obra dos arquitetos. Figuras constantes nas edições anteriores da premiação, o rigor no desenvolvimento dos projetos está explícito na qualidade da sua arquitetura que, embora reverente à concisão estética da arquitetura moderna, acolhe o uso de novos materiais e técnicas construtivas. De residências a fábricas, de edifícios comerciais a planos urbanos, inclusive com propostas para revitalização de bens com valor histórico, a pluralidade e competência da produção do par de arquitetos paulistas deriva da atenção dada ao pragmatismo da profissão e das experiências acumuladas com a participação em concursos públicos de naturezas variadas

Em meio às discussões para a escolha dos finalistas do 26º Concurso Opera Prima, em 2017, Lilian Dal Pian defendia com convicção projetos considerados não prioritários por parte dos seus colegas do júri. O embate era sobre o pragmatismo, de um lado, e a utopia, do outro, dos trabalhos finais de graduação - objeto do certame -, tendendo Lilian a valorizar o primeiro, ainda que reconhecesse o valor contestatório e libertário do segundo grupo.

Na sua visão, estando os autores no limiar do início da vida profissional, importa, e muito, demonstrarem maturidade ao lidar com o vasto conjunto de implicações do exercício da arquitetura e do urbanismo, reconhecível na postura crítica dos alunos, mas também na capacidade de agenciarem aspectos técnicos e estéticos da profissão.

Ainda que restrito a um evento isolado, a citação acima é sintomática da trajetória do escritório Dal Pian Arquitetos, fundado por Lilian em 1992 em parceria com Renato Dal Pian, também seu companheiro de vida.

Naquele 1992, recém-chegados de um período de seis anos vividos na Europa, primeiro na Inglaterra e depois na Itália – país em que mantiveram um pé profissional, continuando a participar de concursos -, a dupla de arquitetos formados respectivamente na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/ USP) e na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas), ambos, em 1981, tinham já consciência do tipo de atuação e do tipo de empresa que queriam formar. Rigor é a palavra chave de sua arquitetura, tanto no que diz respeito ao edifício em si quanto à organização do trabalho.

O projeto da sede administrativa da Natura, em São Paulo, vencedor da categoria Edifícios de Serviços e Uso Misto desta edição do Prêmio Asbea, é um dos pontos altos da carreira da dupla, seja pela pertinência do modo de implantação do edifício no lote, seja pela relação harmoniosa entre técnica e estética, com interiores caracterizados pela integração visual entre os pavimentos e pelas generosas iluminação e ventilação naturais.

Apesar de terem atuação destacada no segmento industrial, eles são autores também de residências, edificios comerciais, institucionais e de ensino, bem como de projetos urbanos. Nesse sentido, destaca-se a assídua participação em concursos públicos, atividade que propicia aos arquitetos investigarem programas alheios ao seu cotidiano profissional. Lilian e Renato foram os vencedores, em 2009, do concurso para a criação da nova sede do Sesc Guarulhos, em São Paulo, cuja obra está em fase final de execução. Será outro projeto marcante da produção da dupla.



Texto de | Publicada originalmente em Projeto Design na Edição 446
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora