Concurso para residencial privado: inscrições em alta

O edital do concurso que selecionará a melhor proposta para um empreendimento em Curitiba (PR) - trata-se do Primeiro Aberto de Arquitetura Weefor Arq - foi lançado em 7 de janeiro. Já foram registradas 160 inscrições, vindas de 13 estados

Vista aérea do local do futuro empreendimento (Reprodução: Weefor).

Promovido pela incorporadora Weefor em parceria com a AsBEA-PR, O Primeiro Aberto de Arquitetura Weefor Arq segue recebendo inscrições de todo o país - um número expressivo de participantes, profissionais e escritórios de arquitetura de diferentes estados brasileiros.

A iniciativa de fazer um concurso aberto, como costuma ocorrer na seleção de projetos para obras públicas, ganhou versão privada no caso do Weefor Arq: a ideia é escolher o melhor trabalho para a construção de um edifício residencial em Curitiba (PR) e, paralelamente, democratizar as oportunidades no campo da arquitetura, assim como impactar positivamente a paisagem urbana de uma grande cidade brasileira.

Nesse sentido, Maria Eugênia Fornea, diretora da incorporadora Weefor,destaca: "A proposta é apoiar a arquitetura como disciplina fundamental para o desenvolvimento social e privado, tendo o modelo participativo como grande diferencial do concurso".

Até agora, 160 arquitetos, de 13 estados, já inscreveram seus projetos - dos quais 108 já se encontram homologados. Entre eles, há profissionais do Paraná, evidentemente, além de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Bahia, Goiás, Ceará, Sergipe e Maranhão - revelando um amplo interesse.

O edital foi lançado em 7 de janeiro, em parceria com a Associação Paranaense dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA/PR), entidade que estará à frente da análise dos projetos, juntamente com um corpo de jurados com forte atuação profissional na área.

Após a recepção das propostas, elas serão avaliados por um júri composto por Lua Nitsche (sócia do escritório Nitsche Arquitetos Associados), Pedro Wada (editor do ArchDaily Brasil), Keiro Yamawaki (ex-presidente da AsBEA/PR), Luiz Augusto Brenner Rose (diretor da Imobiliária Lopes), Maria Eugenia Fornea (fundadora e diretora da Weefor), além de Fernando Mungioli (publisher da revista PROJETO), que comenta: "Acho fantástica a iniciativa de promover um concurso aberto para um empreendimento residencial privado. Para obras como essa, o comum é a contratação direta por construtoras e incorporadoras - inúmeras vezes, na contramão da boa arquitetura, salvo raras exceções. Nesse contexto, nos alegra muito participar desse processo e colaborar, pois acreditamos que amplie as possibilidades de análise sobre o produto final, sua influência sobre a cidade e o entorno. Ainda, mostra a abertura da Weefor para a boa arquitetura nacional, somando-se a poucas iniciativas desse tipo em solo nacional".

Os três melhores trabalhos serão apontados, com destaque para o autor (mais equipe) da proposta vencedora. O resultado será divulgado no dia 12 de abril e a estimativa é a de que as obras tenham início em 2020.

Saiba mais detalhes do concurso e faça sua inscrição no site oficial da Weefor Arq.

Publicada originalmente em ARCOweb em 21 de Fevereiro de 2019
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora