ArcoWeb

Em visita ao Rio, Christian de Portzamparc critica Cidade das Artes


Christian de Portzamparc está no Rio de Janeiro, onde visitou no início desta semana o complexo cultural Cidade das Artes, seu primeiro projeto construído no Brasil, e parcialmente inaugurado no dia 3 de janeiro.

“A maior parte, 95%, está bem-feita. Algumas coisas de iluminação interna são feias. A obra foi terminada sem minha equipe. São detalhes, como algumas grades com as quais não concordo”, disse o arquiteto francês ao jornalista Marco Aurélio Canônico em reportagem publicada no jornal Folha de S. Paulo.

Premiado com o Pritzker em 1994, Portzamparc veio à cidade para reunir-se com Emilio Kalil, ex-secretário municipal de Cultura carioca e atual presidente da fundação que administra o espaço, e tratar dos ajustes que precisam ser feitos no edifício.

Apesar das críticas, o francês disse que sente orgulho da obra, cujo custo ultrapassou os R$ 550 milhões. De acordo com o arquiteto, as falhas se devem ao fato dele não ter participado da conclusão da construção, porque a prefeitura não teria lhe pagado a última fase do contrato, avaliada em cerca de 190 mil reais.

"Aqui nada é muito interessante, são mercados, condomínios, carros. Colocar um lugar como esse aqui era muito triste, então decidi elevá-lo a dez metros, para que dele se pudesse ver as montanhas, as árvores, o mar", revelou o Portzamparc à reportagem.

A Cidade das Artes ainda não tem um site oficial, mas o projeto pode ser visto na página de Portzamparc: www.chdeportzamparc.com

    Publicada originalmente em ARCOweb em 17 de Janeiro de 2013

    Em breve PROJETOdesign e FINESTRA também para tablets.
    Grátis para assinantes


    Quem assina as revistas da ARCO em breve poderá acessar nossos conteúdos também em tablets e sem custo extra.

    Assine agora