Balkrishna Doshi vence Prêmio Pritzker 2018

Doshi é o primeiro arquiteto indiano a ser laureado com o mais importante prêmio mundial de arquitetura


Foto: Edmund Sumner

Balkrishna Vithaldas Doshi, um dos mais influentes arquitetos do século 20 na Índia, é o 45º vencedor do Prêmio Pritzker. Primeiro arquiteto indiano a ganhar a honraria, Doshi e seu escritório Vastu-Shilpa tem um portfólio com mais de 70 anos, incluindo colaborações com Le Corbusier e Louis Kahn.

"Minhas obras são uma extensão da minha vida, filosofia e sonhos, tentando criar o tesouro do espírito arquitetônico. Eu devo esse prêmio de prestígio ao meu guru, Le Corbusier. Seus ensinamentos me levaram a questionar a identidade e me obrigaram a descobrir uma nova expressão contemporânea regionalmente aceitável para um habitat holístico sustentável", disse Doshi.

Nascido em Pune, na Índia, em 1927, Doshi estudou em Mumbai, mas fez sua carreira na Europa. Depois de um período em Londres, mudou-se para a França para trabalhar com Le Corbusier. Posteriormente, voltou para a Índia para supervisionar o trabalho de seu guru em Chandigarh e Ahmedabad, como o edifício da Associação de Proprietários de Moinhos (1954) e a Casa Shodhan (1956). Ele também trabalhou com Louis Kahn no Instituto Indiano de Gestão em Ahmedabad, em 1962.

Alguns dos seus principais projetos incluem a Escola de Arquitetura de Ahmedabad (1966), que ele criou e fundou; um edifício abobadado criado para sediar seu escritório, em 1981; e a galeria de arte inspirada em uma caverna: Amdavad ni Gufa (1995). Em 1989, ele criou a Habitação de Baixa Renda Aranya, que oferece residências acessíveis para 80 mil pessoas em Indore.

O júri do Prêmio Pritzker de 2018 foi composto Glenn Murcutt (presidente), Stephen Breyer, André Aranha Corrêa do Lago, Yung Ho Chang, Kristin Feireiss, Lord Peter Palumbo, Richard Rogers, Benedetta Tagliabue, Ratan N. Tata, Kazuyo Sejima, Wang Shu e Martha Thorne.

"O arquiteto indiano Balkrishna Doshi tem continuamente apresentado em sua obra os objetivos do Prêmio Pritzker de Arquitetura no mais alto grau. Tem praticado a arte da arquitetura, mostrando contribuições substanciais para a humanidade, há mais de 60 anos. Ao conceder-lhe a medalha deste ano, o júri do Prêmio Pritzker reconhece sua arquitetura excepcional, refletida em mais de uma centena de edifícios que realizou, seu compromisso e sua dedicação ao país e às comunidades que serviu, sua influência como professor e o excelente exemplo que estabeleceu para profissionais e estudantes de todo o mundo ao longo de sua longa carreira", diz trecho da citação do júri.

Doshi receberá o prêmio no Museu Aga Khan em Toronto, Canadá, em 16 de maio de 2018. No ano passado, o Pritzker foi concedido aos fundadores do escritório espanhol RCR Arquitectes: Rafael Aranda, Carme Pigem e Ramon Vilalta.



Publicada originalmente em ARCOweb em 07 de Março de 2018
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora