A&P Arquitetura e Urbanismo: Cine Teatro São Joaquim, Goiás

Restauro, cultura e entorno

Tido como equipamento cultural de destaque do centro histórico tombado da Cidade de Goiás (GO), o Cine Teatro São Joaquim foi requalificado pelo A&P Arquitetura e Urbanismo. O projeto visou adequação ao entorno, principalmente, a partir do tratamento de fachadas com o resgate de elementos compositivos da arquitetura colonial predominante na região

Implantado no Centro Histórico da Cidade de Goiás – sítio que recebeu tombamento a nível federal, em 1978, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e foi inscrito na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco em 2001 –, o Cine Teatro São Joaquim iniciou suas atividades, em 1857, como equipamento cultural de destaque do município e do estado de Goiás.

Apesar de sua importância, o Cine Teatro era uma edificação com características arquitetônicas destoantes do contexto urbano onde foi inserido. Seu número de pavimentos superior ao do entorno predominante e sua volumetria configurada por grandes fechamentos opacos geravam um pesado impacto visual quando comparado às construções adjacentes.

Por essa razão, a Superintendência do Iphan decidiu promover, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas, um projeto de requalificação da construção, com a intenção de reduzir seu impacto no sítio tombado e qualificar seus espaços internos.

Em 2015, iniciaram-se as obras do novo projeto - proposto pelo escritório soteropolitano A&P Arquitetura e Urbanismo - com as modificações de requalificação do edifício. Visto que o Cine Teatro ocupava um terreno composto pela junção de dois lotes urbanos, tal adequação foi obtida, principalmente, por meio da redução da altura do volume no trecho correspondente ao foyer, bem como a criação da cobertura em duas águas semelhante às edificações vizinhas.

A reinterpretação da fachada principal foi a mais difícil de ser definida, segundo o escritório, já que revelaria a identidade visual do projeto e, para tanto, seria preciso levá-la a discussões com a própria comunidade local e órgãos competentes, como o Iphan e a prefeitura municipal de Goiás.

A solução foi dada a partir da criação de quatro aberturas retangulares ritmadas que também resgatam os elementos compositivos da arquitetura colonial encontrada nos prédios do entorno, além de compactuarem com suas escalas, proporções e volumes.

O projeto de requalificação previu ainda a atualização tecnológica da infraestrutura do Cine Teatro, a melhoria da visibilidade na plateia superior, a ampliação do foyer e a criação de um backstage que oferecesse melhor suporte às apresentações.



Ficha Técnica

Cine Teatro São Joaquim 
Local Goiás, GO
Ano do projeto 2015 - 2016
Início da obra 2015
Ano de conclusão 2017
Área construída 810 m²

Arquitetura A&P Arquitetura e Urbanismo – Alexandre Prisco e Nivaldo Andrade (autores); Augusto Motta, Thaís Alonso e Rodrigo Motta (colaboradores)
Construção Marsou Engenheria 
Projeto de acústica Audium 
Projeto de estrutura engenheiros Ziad Esper e Paulo Sérgio
Projeto de instalações engenheiro Hiron Gomes
Fotos Manuel Sá

Publicada originalmente em ARCOweb em 26 de Novembro de 2018
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora