Arquitetura regional inspira projeto de edifício-casa em Lisboa

O edifício-casa de cinco andares projetado em Lisboa, apesar de moderno, mantém fachada de azulejos - elemento clássico da arquitetura portuguesa

As peças de cerâmica do antigo prédio inspiraram o estúdio Camarim Arquitectos na criação de um padrão abstrato, na cor verde, aplicado em três tipos de revestimento - uma base de azulejos lisos, um corpo de azulejos com baixo-relevo e um entablamento de metal perfurado.

A escolha pelo uso de diferentes azulejos não foi aleatória. De acordo com os autores do projeto, surgiu da observação dos prédios da região, que apresentam revestimento mais leve e decorado nos pontos mais altos.

Com estrutura de concreto e aço leve, a residência, batizada de Casa no Príncipe Real, foi construída em terreno de 41 metros quadrados. Os pavimentos se comunicam através da escadaria e do átrio vertical, essencial para a ventilação e iluminação dos ambientes.

A sala de estar e os três quartos possuem assoalho de madeira e paredes caiadas de branco. Na cozinha e no escritório a opção para o piso foi o concreto. Já os banheiros receberam revestimento de mármore, que, segundo os arquitetos, confere ar nobre ao espaço.

 

 



Publicada originalmente em ARCOweb em 28 de Outubro de 2014
  • 0 Comentários

ENVIE SEU COMENTÁRIO

Assine PROJETO e FINESTRA!
Acesso completo grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO pode acessar nosso acervo digital com mais de 7 mil projetos, sem custo extra!

Assine agora