ArcoWeb

Frank Gehry: Museu Guggenheim de Bilbao, Espanha

A complexa geometria do Guggenheim

Modelos em madeira e papel cartão foram digitalizados...
A complexa geometria do Guggenheim
Os volumes interpostos, com inclinações positivas e negativas, tornaram-se objeto de estudos de calculistas de estruturas metálicas, devido a sua complexa geometria. No final do ano passado, foi a vez de os brasileiros conhecerem um pouco da história da construção do museu. Convidado a participar do congresso latino-americano da construção metálica, em São Paulo, o gestor de projetos do Guggenheim de Bilbao, engenheiro Amando

Castroviejo Pascual, falou sobre os processos aplicados na obra. Castroviejo, que faz parte da equipe de técnicos da Idom Arquitetura, Engenharia e Consultoria, empresa responsável pela obra, abordou as etapas desenvolvidas desde a concepção do desenho da estrutura metálica até a construção do museu. Segundo o engenheiro, o projeto de estruturas foi um trabalho conjunto entre o arquiteto Frank Gehry, os profissionais da Idom e do Consórcio Museu Guggenheim (CMG).

... e detalhados
A obra durou cinco anos e dedicou um ano e meio à estrutura
do edifício
Vista geral do Guggenheim em obras.

“Inicialmente, o arquiteto organizou sua concepção em modelos em madeira, papel cartão e outros materiais”, relembra Castroviejo. Depois, as superfícies dessas maquetes foram digitalizadas em três dimensões, com a utilização do programa Catia. A partir dos dados gerados por esse software, outro programa, chamado Bocad, produziu os desenhos de detalhamento de montagem, lista de materiais e etapas ordenadas de fabricação dos materiais.

Tipos de estrutura

Também participou do projeto da estrutura o escritório Skidmore, Owings & Merrill (SOM), responsável pelo cálculo de elementos finitos e definição de critérios dos desenhos. Segundo Castroviejo, o Guggenheim de Bilbao tem estrutura metálica tradicional, arcos de estrutura metálica, formas integradas e formas independentes. Na estrutura tradicional foram utilizados pilares metálicos, vigas armadas com lajes pré-moldadas alveoladas, vigas-treliça com steel deck, conectores e concreto leve armado. As formas integradas são estruturas para aproximar as superfícies desenhadas pelo arquiteto, perfis H em elementos verticais, tubos de seção quadrada em elementos horizontais e de seção circular em diagonais; as formas independentes são compostas por torres, perfis H, ligações parafusadas, tubos das colunas e estrutura metálica espacial da cobertura.

A montagem das estruturas foi feita com guindastes fixos e móveis, além de plataformas. Foram utilizadas na obra 4,5 mil toneladas de estrutura metálica, com trabalho total de 52 mil horas/homem. Para assegurar a qualidade, foi adotado um sistema que incluiu, na fase de desenho, a análise e a troca de comentários entre Gehry e os técnicos da Idom e do SOM. Na etapa de propostas e licitações foi feita a homologação das empresas e no período de projeto de detalhamento empregou-se um processo de revisões e comentários. A fase de montagem teve plano de controle de qualidade com certificações ISO 9000.

O Guggenheim de Bilbao tem 11 mil metros quadrados de espaço de exposição, distribuídos em 19 galerias. Iniciada em 1992, a obra durou cerca de cinco anos, sendo um ano e meio dedicado à estrutura do edifício. O esmero das equipes envolvidas em sua construção mostrou que, ao lado de um arquiteto genial, há sempre uma equipe de calculistas que materializam matematicamente as ousadas formas propostas.

O engenheiro Castroviejo participou por dois anos, a partir de 2003, do desenvolvimento da Idom em Portugal, como diretor técnico, atividade que está exercendo atualmente no Brasil.


Texto resumido a partir de reportagem
Publicada originalmente em FINESTRA
Edição 48 Janeiro de 2007
Interior da estrutura
Além da estrutura tradicional, foram usados arcos metálicos...
... e formas integradas

Texto de | Publicada originalmente em Finestra na Edição 48

Em breve PROJETOdesign e FINESTRA também para tablets.
Grátis para assinantes


Quem assina as revistas da ARCO em breve poderá acessar nossos conteúdos também em tablets e sem custo extra.

Assine agora